Como melhorar a saúde mental no ambiente universitário? Evento on-line ensina caminhos

Palestras do Mês da Saúde Mental USP promovidas por estudantes de Psicologia acontecem aos sábados e são voltadas a estudantes, funcionários e docentes

 31/08/2021 - Publicado há 3 meses
Por
Ciclo de palestras do Mês da Saúde Mental USP começa no dia 4 de setembro – Arte sobre foto/Freepik

.
Muitos desafios marcam a vida na universidade. Entre aulas, pesquisas, trabalho, questões de permanência e projetos diversos, estudantes precisam lidar todos os dias com pressões, sobrecarga e situações de estresse diversas, o que impacta na sua saúde mental. Pensando neles, mas também nos docentes e funcionários da USP e de outras universidades, alunos do Instituto de Psicologia (IP) decidiram criar o
Mês da Saúde Mental USP, que acontece durante os finais de semana de setembro e começo de outubro. 

O ciclo de palestras, que será transmitido de forma aberta pelo YouTube, tem início no dia 4 de setembro. Serão cinco exposições, feitas por professores convidados, sobre temas ligados à saúde mental, sempre aos sábados, das 14h às 16h.

Além das palestras, haverá no dia 8 de outubro uma roda de conversa fechada para o IP, voltada a seus alunos, funcionários e docentes, cujo acesso será distribuído entre eles.

Victoria Menegon, membro da coordenação do evento e do IP Social – Foto: arquivo pessoal

Uma das organizadoras, Victoria Menegon, de 20 anos, conta que a ideia do Mês de Saúde Mental nasceu de uma mobilização feita no Instituto de Psicologia no início do mês de junho, por conta de casos de suicídio que aconteceram recentemente na Universidade. “Surgiu uma demanda de que nós, como um instituto que estuda saúde mental, nos posicionássemos em relação a como os estudantes universitários estão, e promovêssemos essa discussão não somente dentro do nosso instituto, mas na Universidade como um todo.”

Ela diz que os temas das palestras são práticos e de “extrema pertinência” na vivência universitária. Voltadas não só para a comunidade USP, mas também para o público externo, as atividades foram pensadas para serem didáticas e acessíveis. “Aqueles que não estudam saúde também poderão se beneficiar delas. Optamos por focar na praticidade e materialidade desses tópicos, para evitar uma discussão puramente teórica, e assim poder abrir possibilidades de intervenção. Esperamos que o evento possibilite que seus ouvintes se questionem como estão psicologicamente e apresente meios de mudança para desenvolver um ambiente universitário mais saudável.” 

O Mês da Saúde Mental USP é organizado por oito entidades estudantis do IP: Atlética Psico USP, Bateria Histeria, Liga Acadêmica de Neurociências, Psicofisiologia e Percepção, Coletivo Escuta Preta, Centro Acadêmico Iara Iavelberg, Coletivo Rodamundo, IP Social e Coletivo Disparada.

Programação 

  • 04/09 – Espaços da universidade para minorias
  • 11/09 – Pressão de desempenho
  • 18/09 – Transtornos alimentares
  • 25/09 – Suicídio e pósvenção
  • 02/10 – Primeiros socorros psicológicos
  • 08/10 – Roda de conversa

Acompanhe a transmissão do evento neste link.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.