Coletivo USP pela Democracia promove aula aberta com a presença de Lula e Haddad

Evento na próxima segunda, 15 de agosto, também terá a participação de personalidades acadêmicas que pretendem debater e reafirmar o papel da Universidade na formação de políticas públicas

 08/08/2022 - Publicado há 2 meses  Atualizado: 11/08/2022 as 10:34
Vão livre do prédio de História e Geografia vai receber encontro do coletivo USP pela Democracia – Foto: Divulgação/FFLCH

.
O coletivo
USP Pela Democracia, formado por professores, estudantes e servidores da Universidade, vai promover no dia 15 de agosto, a partir das 17 horas, a aula aberta Universidade pública e democracia. O evento terá a participação dos candidatos Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Haddad, que concorrem à presidência e ao governo do Estado de São Paulo, respectivamente, além de personalidades acadêmicas como Marilena Chauí, Ermínia Maricato e Adriana Alves.

O encontro pretende expressar a indignação do grupo diante das violações à democracia brasileira e promover um debate sobre o papel da universidade nesse contexto. “É fundamental que a universidade pública reafirme o seu compromisso com as políticas de enfrentamento à desigualdade social e às discriminações, na defesa do ensino público, gratuito e de qualidade, assim como na manutenção dos programas de permanência e de ação afirmativa sócio-étnica e racial”, dizem os organizadores do evento.

A aula aberta será no vão dos prédios de História e Geografia, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, na Cidade Universitária, espaço que historicamente já sediou várias manifestações e assembleias estudantis da Universidade.

“Nossa proposta também é convidar futuros governantes para promover a colaboração entre Universidade e governo na formação de políticas públicas”, destaca Vera Bohomoletz Henriques, professora do Instituto de Física da USP que participa do coletivo.

Vera está liderando uma campanha que será veiculada em breve nas redes sociais do coletivo, em que professores da USP apresentarão vídeos curtos sobre suas pesquisas e que envolvem temas importantes que podem contribuir para a formação de políticas públicas. As produções vão trazer pesquisadores como Paulo Artaxo (Meio Ambiente), Maria Victoria Benevides (Direitos), Leda Paulani (Economia), Paulo Capel (Saúde), Fábio Cohn (Tecnologia da Informação), entre outros nomes de destaque na Universidade. 

Assinaturas

Com mais de 100 integrantes, o coletivo elaborou também um documento em defesa da democracia, o Manifesto pela Democracia, que tem colhido desde o final de junho assinaturas junto à comunidade uspiana. O documento, intitulado A democracia no Brasil corre risco. Basta, conta com mais de 600 assinaturas de personalidades como Marilena Chauí, Paulo Arantes, Ermínia Maricato, José de Souza Martins, João Adolfo Hansen, Olgária Matos, Fernando Novais, entre outros. O documento está disponível na internet e recebe assinaturas neste link.

Para saber mais sobre as campanhas e atividades do coletivo, siga o USP Pela Democracia nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

+ Mais

Lugar de reflexão: coletivo da USP quer reavivar interesse e ação política na Universidade

Aula aberta: Universidade pública e democracia
Segunda-feira, 15 de agosto de 2022
A partir das 17 horas
Local: Vão dos prédios de História e Geografia, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)
Rua do Lago, 717 – Cidade Universitária – São Paulo/SP

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.