Casa da Afasia, em Bauru, seleciona voluntários que tiveram AVC

A inscrição deve ser feita no período de 2 a 11 de maio; local oferece terapia fonoaudiológica intensiva

Por - Editorias: Universidade
Pesquisadora responsável pelo projeto, Magali Caldana, ao centro, e a equipe da Casa da Afasia – Foto: Denise Guimarães/FOB

O curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP está selecionando pessoas voluntárias para pesquisa e atendimento fonoaudiológicos na Casa da Afasia e na Clínica Escola.

O interessado deve ter sofrido Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido como derrame, há menos de um ano, possuir dificuldade para falar após o AVC, não ter feito terapia fonoaudiológica para a fala e ter idade igual ou superior a 18 anos.

A inscrição deve ser feita no período de 2 a 11 de maio pelo telefone (14) 3235-8422 ou pessoalmente na Clínica de Fonoaudiologia da FOB, das 8 às 12 horas e das 14 às 16 horas, com Sidnei Sbizaro. A FOB localiza-se na Alameda Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, Vila Universitária, em Bauru-SP.

Os interessados devem informar nome completo, endereço, telefone/e-mail de contato, nome da mãe, data de nascimento e data que ocorreu o AVC.

O que é a Casa da Afasia

A Casa da Afasia é um projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e foi desenvolvido no Departamento de Fonoaudiologia da FOB, com o objetivo de oferecer terapia fonoaudiológica intensiva a pessoas com sequelas na fala após um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O local reproduz o ambiente funcional do paciente, com banheiro, cozinha, quarto, sala e escritório, para poder trabalhar com situações concretas.

A idealização do projeto surgiu após uma visita técnica de Magali de Lourdes Caldana, professora do Departamento de Fonoaudiologia da FOB à Universidade da Flórida Central, onde conheceu a pesquisadora Janet Whiteside, fundadora e diretora da Aphasia House.

Da Assessoria de Comunicação da PUSP-B

Textos relacionados