Animação que ensina evolução humana para crianças divulga segundo episódio da série

Projeto da USP usa cultura brasileira para abordar conceitos científicos de forma divertida e educativa

Foi lançado o segundo episódio da série de divulgação científica Evolução para Todes, iniciativa criada pelo Laboratório de Arqueologia e Antropologia Ambiental e Evolutiva (LAAAE), vinculado ao Instituto de Biociências da USP, para levar conhecimento sobre evolução humana, além de arqueologia e antropologia.

O diferencial da animação é a utilização de elementos da cultura brasileira na produção, iniciativa que é trabalhada por uma equipe multidisciplinar formada, além de cientistas, por profissionais de comunicação, marketing digital, design, programação, produção audiovisual, animação e educação em afro-alfabetização. O projeto é liderado pelas pós-graduandas Mariana Inglez, Lisiane Müller e Eliane Chim, do LAAAE, com a supervisão dos professores Rui Murrieta, do Instituto de Biociências, e André Strauss, do Museu de Arqueologia e Etnologia, além de Rodrigo Oliveira, pesquisador colaborador. Também conta com o apoio do Insituto Serrapilheira de fomento à pesquisa e à divulgação científica no Brasil.

A segunda parte da animação, Evolução para Todes: Nossa Origem, mergulha na evolução da espécie humana, contando sobre a origem do Homo sapiens e sua migração pelos continentes a partir da África. O episódio é protagonizado pela mesma personagem da primeira animação que, agora adulta e cientista, compartilha conhecimentos com jovens estudantes. A animação traz esquemas e ilustrações didáticas, atualizadas e em português, que podem ser aproveitadas em aulas de ciências e biologia.

Confira o segundo episódio abaixo:

 

.

Confira o primeiro episódio da série:

.

É possível acompanhar os lançamentos do Evolução para Todes nas redes do LAAAE:

Site: sites.usp.br/laaae
Instagram: @laaae_usp
Facebook: Página do LAAAE-USP (www.facebook.com/laaaeusp)
YouTube: Canal do Evolução para Todes
Twitter: @laaae_usp

 

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.