Alunos de qualquer curso da USP podem participar de hackathon

Interhack recebe inscrições até 20 de maio; entre os prêmios está uma viagem para conhecer um polo tecnológico

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

.

Atualizado em 31 de maio de 2019, às 12h20

Primeira seletiva da competição será realizada em três campi da USP: IME e EACH, na capital paulista, e ICMC, em São Carlos-SP – Foto: Divulgação/Interhack

.

Programação, negócios, design, criatividade: são muitas as habilidades que movem uma maratona de programação. Conhecidas como hackathons, estas competições desafiam os participantes a criar soluções tecnológicas envolvendo um determinado tema. Nos dias 24 e 25 de agosto, um grupo da USP realiza o maior campeonato universitário desse tipo no Brasil, o InterHack.

A primeira fase do evento ocorrerá em três lugares da Universidade simultaneamente – Instituto de Matemática e Estatística (IME), no campus Butantã; Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), em São Carlos; e Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), na zona leste de São Paulo. O estudante interessado deverá escolher em qual das três unidades deseja participar. São 180 vagas, 60 para cada sede. 

A seletiva traz o tema “Melhorando a gestão universitária por meio da tecnologia”. Quem organiza a super maratona é o USPCodeLab. Segundo o coordenador do grupo, Renato Cordeiro, o objetivo é estimular a inovação tecnológica na USP. Durante 24 horas, os participantes deverão criar protótipos de softwares e hardwares para solucionar problemas relacionados ao tema. 

“Qualquer estudante da USP pode participar e é ótimo que pessoas de cursos diferentes participem”, afirma Renato. Haverá transporte para alunos de Ribeirão Preto que desejem participar em São Carlos e para alunos de Lorena que desejem participar na EACH.

.

Participantes ficam concentrados por horas na busca da solução proposta – Foto: Divulgação / USPCodeLab

.
Os alunos precisarão trabalhar em equipe e sob pressão para que as soluções sejam desenvolvidas no tempo previsto. “Mas haverá muita comida disponível, lanches e cafés. Além disso, os mentores vão auxiliar os grupos em pontos de dificuldades durante estas 24 horas”, explica Renato.

Finalizada esta etapa, os grupos terão três minutos para o pitch – nome dado a uma apresentação curta com o objetivo de despertar interesse em seu projeto, seja para vendas ou competições. Após avaliação, as quatro melhores propostas de cada sede serão premiadas e vão avançar para a grande final. O tema será revelado apenas poucas semanas antes do evento.

.

.
O grande prêmio é uma viagem de uma semana para conhecerem um grande polo tecnológico. O InterHack 2019 tem o apoio da Agência USP de Inovação e da Pró-Reitoria de Graduação da USP e patrocínio de Facebook, B2W Digital, Nubank, Cobli, VTEX e Neon. Além de participar como jurados, membros destas empresas também serão mentores da competição.

Embora esta edição do Interhack seja restrita a alunos da USP, Renato Cordeiro adianta que a ideia é que a competição se torne interuniversitária.
.

Participantes do HackathonUSP 2018 – Foto: Divulgação / USPCodeLab

.
Regulamento e mais informações podem ser consultados na página https://interhack.xyz/2019

Confira a seguir, o cronograma completo válido para as três sedes.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •