Alunos da USP participam de programa de formação de líderes globais

Quatro estudantes da USP estão entre os dez brasileiros que participarão de capacitação internacional para desenvolvimento profissional e de liderança

Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=353242
Estudantes de seis países participam de capacitação para liderança – Arte sobre foto/ 123RF

.

Programa que capacita jovens com potencial de liderança no futuro em seis países ao redor do mundo, a 8ª edição do Cargill Global Scholars, implementado pela Cargill em parceria com o Institute of International Education, teve início no Brasil com a participação de quatro alunos da USP entre os dez brasileiros selecionados. Eles estiverem entre mais de 800 candidatos que concorreram às 60 vagas oferecidas este ano e iniciam o programa sendo premiados em um seminário de liderança nacional.

Luca Machado Bottino, do ICMC em São Carlos – Foto: Arquivo pessoal

“Terei a chance de conhecer pessoas extraordinárias que fazem acontecer e deixam o seu impacto no mundo; de aprender muito com elas e, consequentemente, crescer como profissional e ser humano.” É assim que Vitor Santana Cordeiro resume as expectativas que tem como participante do programa. Vitor é um dos alunos do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, selecionados na 8ª edição do programa. Outro aluno do ICMC que está entre os dez estudantes brasileiros que participarão da iniciativa é Luca Machado Bottino: “Para mim, ser aprovado no programa é um reconhecimento incrível de tudo que realizei até agora. Também significa o início de uma nova etapa na minha trajetória. Espero que, com os treinamentos, eu aprimore minhas habilidades de liderança e inovação”.

Além de Luca e Vitor, também foram selecionados Matheus Marques Jacobsen, também da USP em São Carlos, e Jean Augusto Dantas, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da USP (FEA-RP). “Me inscrevi para o Cargill Scholarship Program justamente por ser um programa completo. O contato com pessoas de diferentes países, as mentorias e todo o apoio necessário para o desenvolvimento de habilidades de liderança, além da possibilidade de realizar uma viagem internacional para um seminário de liderança global, me fizeram ficar muito interessado”, destaca Jean Dantas.

Jean Augusto Dantas, da FEA de Ribeirão Preto – Foto: Arquivo pessoal

Com a conquista, os alunos da USP vão receber uma bolsa de US$ 5 mil e terão direito a participar de um seminário nacional e de um evento internacional de liderança, em que alunos dos seis países participantes do programa vão interagir com funcionários da Cargill por meio de atividades de desenvolvimento profissional e de liderança. Durante os dois anos do programa, os alunos receberão mentorias de funcionários nacionais e globais, que vão fornecer orientação profissional e pessoal, bem como terão a oportunidade de aprender mais sobre o mundo corporativo de uma das maiores multinacionais da área de alimentação, agricultura e gerenciamento de riscos.

“Para mim, essa conquista significa um próximo passo no meu sonho de impactar positivamente as pessoas desse mundo. É também um reconhecimento de todo o esforço que fiz para chegar até aqui, mostrando que a perseverança, o pensamento positivo e o desejo de mudança podem mover montanhas”, acrescenta Vitor.

.

Participantes de edições anteriores do Programa – Foto: Reprodução/Cargill

.

Oportunidade para todos

Vitor Santana Cordeiro, do ICMC em São Carlos – Foto: Arquivo pessoal

Oferecido anualmente, o Programa Cargill Global Scholars recebe inscrições de quem está matriculado entre o primeiro e o terceiro ano da graduação nas instituições parceiras da iniciativa. A USP é uma delas.

O processo seletivo da Cargill é composto por duas fases. “Uma das etapas mais difíceis é o application, onde será necessário enviar vários documentos, dentre eles duas cartas de recomendação, carta de motivação, histórico de experiências com liderança, etc. A segunda etapa, uma entrevista em inglês com profissionais da Cargill, eu recomendo fazer algumas simulações de entrevistas com seus amigos, ou mesmo com algum professor de inglês”, explica Jean.

A Cargill arcará com todos os custos das atividades que os estudantes vão desenvolver durante o programa: “Então, mesmo estudantes em situação financeira mais vulnerável conseguem ter a melhor experiência”, destaca Vitor. Com a bolsa obtida, ele pretende realizar o sonho de fazer intercâmbio. Já Luca planeja investir o recurso para custear diversos cursos e certificações que deseja realizar na área de ciências de computação.

Para Jean, a principal dica para os estudantes que pretendem participar do programa é ter resiliência. “Eu não fui aprovado na primeira vez que tentei esse programa, mas não desisti e tentei novamente este ano.”

.

Com informações de Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC-USP

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.