Programa busca voluntários para auxiliar estudantes a ingressarem no ensino superior

Destinado a alunos e formados da rede pública do Brasil, Salvaguarda realiza trabalho gratuito e on-line e recebe inscrições de voluntários até 11 de abril

Por
Programa inscreve voluntários, estudantes de cursos de graduação ou pós-graduação – Foto: Freepik

.

Estão abertas as inscrições para o voluntariado de tutorias do Salvaguarda, programa social que, desde 2017, busca auxiliar gratuitamente estudantes e formados da rede pública do Brasil na escolha da profissão, promovendo as informações necessárias para o processo de ingresso no ensino superior.

Podem ser voluntários alunos ou formados de quaisquer cursos de graduação ou pós-graduação de todas as universidades públicas do País, que, ao final da tutoria, recebem certificado de participação. O processo seletivo conta com a fase de inscrição e demonstração de interesse e com reunião on-line em grupo para mais informações sobre o Salvaguarda. Os interessados devem se inscrever até o dia 11 de abril pelo e-mail tutorias2021@programasalvaguarda.com.br

Cada tutor se responsabiliza por até cinco estudantes e, por meio de contato via WhatsApp, auxiliam individualmente cada aluno na organização e produtividade para os estudos, na utilização das ferramentas oferecidas pelo programa e na melhor maneira de o aluno conciliar estudos e trabalho, entre outras necessidades dos estudantes.

O Salvaguarda também está nas redes sociais Instagram e Facebook.

Mais informações sobre o programa e o processo de inscrições no site da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP e no edital do Salvaguarda.

Sobre o Programa Salvaguarda

Criado em 2016 pelo estudante de Economia da USP Vinícius de Andrade, o Projeto Salvaguarda foi pensado a partir de uma pesquisa realizada com alunos do terceiro ano do Ensino Médio de escolas públicas que mostra estudantes da rede pública não estimulados a prosseguir para o Ensino Superior por falta de informação. “Muitos não sabem nem o que é vestibular, muito menos por onde começar o processo para a entrada em uma universidade”, destaca Vinicius na página do projeto.

O próprio Vinícius também estava inserido nesse contexto, pois mora em um bairro de periferia em Ribeirão Preto, estudou em escolas públicas, mas persistiu em alimentar seu sonho de continuar na vida acadêmica.

Após um ano de funcionamento, o Salvaguarda alcançou mais de 30 mil alunos e hoje mais de 600 voluntários espalhados pelo Brasil promovem atividades em escolas de São Paulo e do Rio de Janeiro.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.