por dentro do

GIRO CULTURAL

Quem mora ou está visitando São Paulo pode conhecer uma parte da USP e sua história, museus, acervos culturais e científicos em passeios gratuitos. É o que propõe o programa Giro Cultural da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU).

Ele oferece três opções de roteiros no campus Cidade Universitária, no bairro Butantã – Vista Panorâmica, Acervo Cultural e Acervo Científico – e uma fora do campus: A USP e a São Paulo Modernista. Além de um passeio exclusivo para funcionários, professores e alunos.

A proposta é divulgar para a população o patrimônio arquitetônico, artístico e cultural mantido pela Universidade na capital paulista.

As atividades são acompanhadas por monitores que oferecem informações sobre cada local visitado.

Os passeios, em 2019, se iniciam em fevereiro e recebem grupos com o mínimo de 15 e máximo de 40 pessoas. Considerando o volume de solicitações e para planejamento das escolas e grupos, o ideal é realizar o agendamento com, no mínimo, dois meses de antecedência.

conheça

o giro

2018
INÍCIO DO PROGRAMA
0
ROTEIROS
0
ESCOLAS PARTICIPANTES
0
ALUNOS BOLSISTAS
0
FUNCIONÁRIOS USP
0
PESSOAS PARTICIPANTES

roteiro

vista panorâmica: um passeio pelo campus

O roteiro percorre toda a extensão do campus Cidade Universitária, no bairro Butantã, em São Paulo, acompanhado por mediadores. Os visitantes conhecem a história da USP e da criação do campus, além de receber informações sobre cada uma de suas escolas, faculdades, institutos e museus.
 
Os passeios são de segunda a sexta-feira em dois horários: 10 ou 14 horas. Para agendar, é preciso entrar em contato de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, pelo telefone (11) 3091-1190 ou pelo e-mail girocultural@usp.br.
 
 
Duração: 1h30

PRAÇA DO RELÓGIO – PARADA
Uma das paradas do roteiro, a praça foi construída em 1971 e reinaugurada em 1997. Ela abriga a Torre do Relógio ― composta de duas lâminas que possuem seis painéis cada, com desenhos em baixo e alto-relevo representando as áreas de ciências (Mundo da Realidade: Astronomia, Química, Ciências Biológicas, Física, Ciências Geológicas e Matemática) e artes integradas (Mundo da Fantasia: Poesia, Ciências Sociais, Ciências Econômicas, Música, Teatro, Dança, Artes Plásticas, Arquitetura e Filosofia), segundo o ideal de Universidade.

A torre foi projetada com o intuito de ser um marco de orientação da USP. A praça conta com os seis ecossistemas vegetais predominantes no Estado de São Paulo e tem uma área de 176 mil metros quadrados.

Dias e horários de abertura: livre acesso
Endereço: Rua do Anfiteatro, S/N – Cidade Universitária, São Paulo

EEFE – ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE

ACADEPOL – ACADEMIA DE POLÍCIA

RAIA OLÍMPICA

IGc – INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS

SAS – SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

ESPAÇO DAS ARTES

CEPEUSP – CENTRO DE PRÁTICAS ESPORTIVAS DA USP

ANFITEATRO

ECA – ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES

IP – INSTITUTO DE PSICOLOGIA

POLI – ESCOLA POLITÉCNICA

IEE – INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE

FEA – FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE

CRUSP – CONJUNTO RESIDENCIAL DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

FFLCH – FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS

IAG – INSTITUTO DE ASTRONOMIA, GEOFÍSICA E CIÊNCIAS ATMOSFÉRICAS

CEPAM – CENTROS DE ESTUDOS E PESQUISAS DE ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

FOFITO – DEPTO. FISIOTERAPIA, FONOAUDIOLOGIA E TERAPIA OCUPACIONAL

FCF – FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS

FAU – FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO

IME – INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA

PUSP-C – PREFEITURA DO CAMPUS DA CAPITAL

MAE – MUSEU DE ARQUEOLOGIA E ETNOLOGIA

IPEN – INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES

BIBLIOTECA BRASILIANA GUITA E JOSÉ MINDLIN

IO – INSTITUTO OCEANOGRÁFICO

IF – INSTITUTO DE FÍSICA

IQ – INSTITUTO DE QUÍMICA

IB – INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS

HU – HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

FMVZ – FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

ICB – INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS

INSTITUTO BUTANTAN

CASA DE CULTURA JAPONESA

FO – FACULDADE DE ODONTOLOGIA

FE – FACULDADE DE EDUCAÇÃO

roteiro

acervo cultural

Durante o percurso, os mediadores destacam os espaços de cultura do campus Cidade Universitária, no bairro Butantã, e a produção da USP nessa área, além de esculturas da artista Tomie Ohtake e o monumento em homenagem ao arquiteto Ramos de Azevedo – mais conhecido como Praça do Cavalo. Exposições, corais, cinema, grupos teatrais, orquestras e baterias universitárias estão na apresentação.
 
O roteiro tem pontos de parada na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, no Arquivo Geral e no Museu de Arqueologia e Etnologia. Em algumas datas são incluídos os ensaios didáticos da Orquestra Sinfônica da USP. 
 
Os passeios são de terça a sexta-feira em dois horários: 10 ou 14 horas. Para agendar, é preciso entrar em contato de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, pelo telefone (11) 3091-1190 ou pelo e-mail girocultural@usp.br.
 
 
Duração: 2h30

Clique nos títulos e conheça as paradas

PARADA
A biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin abriga e integra a coleção brasiliana reunida ao longo de mais de 80 anos pelo bibliófilo José Mindlin e sua esposa Guita. A coleção foi doada pela família à USP. São 32,2 mil títulos que correspondem a 60 mil volumes aproximadamente.
Dias e horários de abertura:
Pesquisa
Segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17 horas – mediante o preenchimento da Requisição de Consulta.
Exposições
Segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h30Sala de Leitura Lampadia
Segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h30, sábado, das 9 às 13 horas
Contato: www.bbm.usp.br
Endereço: Rua da Biblioteca, 21 – Cidade Universitária, São Paulo

PARADA
O Arquivo Geral da USP é o órgão responsável pelo funcionamento do Sistema de Arquivos da USP, um projeto formulado em 1995 com o objetivo de compatibilizar práticas administrativas da Universidade e formalizar procedimentos adotados na organização e arquivamento de documentos. São mais de 55 mil caixas-arquivos com papéis relacionados à USP. Entre eles registros sobre a contratação dos primeiros professores da Universidade em 1934.

PARADA
O MAE possui um milhão e meio de itens distribuídos em acervos de arqueologia brasileira, da América, da África, do Mediterrâneo e do Oriente. Professores e alunos desenvolvem pesquisas nas duas áreas, Arqueologia e Etnologia, e em Museologia. Por se tratar de um museu universitário, o MAE atua também na divulgação científica através de exposições e outras atividades.
Dias e horários de abertura: segunda a sexta-feira, exceto terça, das 9 às 17 horas
Contato: (11) 3091-4905 – www.mae.usp.br
Endereço: Av. Professor Almeida Prado, 1466 – Cidade Universitária, São Paulo.

roteiro

acervo científico

O roteiro apresenta a USP do ponto de vista da ciência, tecnologia e pesquisa, de forma lúdica, didática e acessível ao público. 
 
Os participantes irão conhecer os acervos do Museu Oceanográfico, do Museu de Anatomia Veterinária, Museu de Anatomia Humana e do Museu de Geociências. O tempo de visita em cada local é de 30 minutos, com 10 minutos de deslocamento de um para o outro.
 
Os passeios são de terça a sexta-feira em dois horários: 10 ou 14 horas. Para agendar, é preciso entrar em contato de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, pelo telefone (11) 3091-1190 ou pelo e-mail girocultural@usp.br.
 
 
Duração: 2h30

Clique nos títulos e conheça as paradas

PARADA
O museu mantém uma exposição permanente da estrutura e biodiversidade dos oceanos, contando com vários instrumentos oceanográficos (como o primeiro modelo de embarcação utilizado pelo instituto), aquários marinhos, painéis de informações sobre oceanografia além da Science on a Sphere (primeira instalada no hemisfério sul), equipamento de projeção do NOAA/Nasa onde se podem observar imagens e vídeos diversos, como ciências oceânicas, atmosféricas e astronomia.
Dias e horários de abertura: terça a sexta-feira, das 9 às 17 horas (exceto feriados e pontos facultativos)
Contato: (11) 3091 6501 – http://www.io.usp.br/
Endereço: Praça do Oceanográfico, 191 – Cidade Universitária, São Paulo

PARADA
O acervo que compõe o museu começou com os trabalhos e a coleção pessoal do anatomista e médico italiano, Alfonso Bovero. Os visitantes podem transitar pelo sistema nervoso central e periférico, sistema muscular, sistema esquelético, sistema articular, sistema circulatório, sistema respiratório, sistema digestório e sistema urogenital. Além das peças anatômicas, há a Cápsula Bovero, que reconstitui o ambiente de trabalho do cientista italiano.
Dias e horários: quarta a sexta-feira, das 13 às 16 horas
Contato: (11) 3091-7360 – www.museu.icb.usp.br
Endereço: Av, Lineu Prestes, 2.415, Cidade Universitária, São Paulo.

PARADA
O MAV apresenta um acervo de 1.200 peças, formado ao longo dos anos, resultado de trabalhos de pesquisa, ensino, doações e permutas. A grande maioria das peças é de representantes diversos dos mamíferos. 
Dias e horários: terça a sexta-feira, das 9 às 17 horas, e aos sábados, das 9 às 14 horas
Contato: (11) 3091-1309 – www.mav.fmvz.usp.br
Endereço: Rua Orlando Marques de Paiva, 87, Cidade Universitária, São Paulo.

PARADA
O Museu de Geociências do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo possui um dos mais importantes acervos mineralógicos do país. São aproximadamente 45.000 amostras de minerais, minérios, gemas, rochas, espeleotemas, meteoritos e fósseis. Conta com um setor educativo que atua na recepção aos alunos de escolas agendadas e público espontâneo, atendendo sempre de forma didática e interativa.
Dias e horários: segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h
Contato: (11) 3091-3952; (11) 3091-4670 – www.igc.usp.br/museu
Endereço: Rua do Lago, 562, 1º andar, Cidade Universitária, São Paulo.

roteiro

são paulo modernista

Realizado fora do campus Cidade Universitária, o ponto de partida deste roteiro é na estação de metrô Alto do Ipiranga. O passeio conta com 25 pontos de paradas, entre eles o Parque da Independência – Museu Paulista, o centro da cidade (onde se destacam as principais edificações modernistas, como o Copan e o Theatro Municipal), e o Museu de Arte Contemporânea da USP.
 
O passeio conta com uma equipe de mediadores composta de historiadores, antropólogos, sociólogos e arquitetos, além de guia com cadastro no Ministério do Turismo.
 
 
Os passeios são aos sábados: 10 horas. Para agendar, é preciso preencher o formulário ou entrar em contato pelo e-mail girocultural@sinteseeventos.com.br ou pelo telefone (11) 3721-5720.
 
 
Duração: 4 horas

Clique nos títulos e conheça as paradas

PARADA
O antigo Museu do Estado foi integrado à USP em 1963, e desde então o Edifício-Monumento (popularmente conhecido por Museu do Ipiranga) passou a ser administrados pela Universidade. Atualmente, o museu possui um acervo com cerca de 450 mil itens, a partir dos quais promove seus cursos, palestras e eventos acadêmicos e culturais. Sua sede, o Edifício-Monumento do Museu do Ipiranga, está  fechado à visitação para a execução de um processo integral de restauro e modernização. No mesmo bairro, possui três outros imóveis com acesso ao público: a Biblioteca, o Centro  de Documentação Histórica e as atividades educativas, acadêmicas e de cultura e extensão da unidade.

PARADA
O Theatro Municipal surgiu para a cidade de São Paulo como um grande símbolo das aspirações cosmopolitas do início do século 20. Com incentivos fiscais e investimentos dos próprios barões do café, o arquiteto Ramos de Azevedo e os italianos Cláudio Rossi e Domiziano Rossi iniciaram a construção em 1903 e, em 12 de setembro de 1911, o Theatro Municipal foi aberto diante a uma multidão de 20 mil pessoas que acompanhavam a chegada dos convidados. A  construção, influenciada pela Ópera de Paris, foi considerada ousada para a época, com traços renascentistas e barrocos na fachada e, em seu interior, muitos adornos e obras de arte: bustos, bronzes, medalhões, afrescos, cristais, colunas neoclássicas, vitrais, mosaicos e mármores. 

PARADA
O MAC foi criado em 1963 quando a USP recebeu o acervo do antigo MAM de São Paulo, formado pelas coleções do casal de mecenas Yolanda Penteado e Ciccillo Matarazzo, pelas coleções de obras adquiridas ou recebidas em doação durante a vigência do antigo MAM e pelos prêmios das Bienais de São Paulo, até 1961. O acervo é possui obras de Amedeo Modigliani, Pablo Picasso, Joan Miró, Alexander Calder, Wassily Kandinsky, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Emiliano Di Cavalcanti, Alfredo Volpi, Lygia Clark, entre outros.

Dias e horários de abertura: terça-feira a domingo, das 10 às 21 horas
Contato: (11) 2648-0254 – www.mac.usp.br
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, Ibirapuera, São Paulo.

roteiro

a usp conhecendo a usp

A proposta do passeio é integrar a Universidade e seus diversos campi; é voltado para professores, funcionários e alunos da USP em São Paulo e no interior.

O roteiro começa no campus Cidade Universitária, na capital, assim como ocorre no Panorâmico, porém com o foco maior em apresentar curiosidades. Após o tour, o grupo é conduzido para a região central de São Paulo, onde são realizadas as visitas ao Centro Universitário Maria Antônia (Ceuma) e ao Museu de Arte Contemporânea (MAC).

Com a proposta de integrar a Universidade e seus diversos campi, a atividade é realizada pela manhã na Cidade Universitária com o Roteiro Panorâmico, no qual são apresentados as faculdades, institutos, escolas e demais órgãos presentes no campus, além da história da USP e deste campus. Em seguida, o roteiro segue para a região central de São Paulo com uma pausa para o almoço. No período vespertino, o roteiro terá duas paradas: a primeira será no Ceuma e, a segunda, no MAC.

 

Duração: 6 horas

Clique nos títulos e conheça as paradas

PARADA
O Centro Universitário Maria Antonia (Ceuma) está instalado nos edifícios históricos que abrigaram a antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP – FFCL. Situado na região central de São Paulo, em área de grande concentração de instituições de cultura e ensino, atende um público diversificado. Desde 1999, o Maria Antonia, como é conhecido, mantém um programa de exposições de arte com cerca de 20 mostras por ano, com a diretriz geral de reunir artistas contemporâneos de gerações diversas, dando espaço às mais diferentes técnicas e áreas de produção, além de mostras de arquitetura e de retrospectivas que visam a discussão sobre o passado recente da arte brasileira.

Oferece mensalmente cursos de curta duração, ligados à área das ciências humanas e às artes em geral, e promove palestras, debates e seminários com especialistas de várias partes do Brasil e do exterior, além de outros eventos que resultam da pesquisa de unidades diversas da USP e de instituições parceiras.

O MAC foi criado em 1963 quando a USP recebeu o acervo do antigo MAM de São Paulo, formado pelas coleções do casal de mecenas Yolanda Penteado e Ciccillo Matarazzo, pelas coleções de obras adquiridas ou recebidas em doação durante a vigência do antigo MAM e pelos prêmios das Bienais de São Paulo, até 1961. O acervo é possui obras de Amedeo Modigliani, Pablo Picasso, Joan Miró, Alexander Calder, Wassily Kandinsky, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Emiliano Di Cavalcanti, Alfredo Volpi, Lygia Clark, entre outros.

Dias e horários de abertura: terça-feira a domingo, das 10 às 21 horas
Contato: (11) 2648-0254 – www.mac.usp.br
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, Ibirapuera, São Paulo.

passou a ser reconhecido como um importante centro em todas essas áreas, assim como naquelas ligadas à educação pela arte.