Em São Paulo, projeto da USP faz acolhimento psicológico

Estudantes do Instituto de Psicologia da USP e psicólogos voluntários realizam atendimento às quartas-feiras, com inscrição prévia e número limitado

Plantão de Acolhimento Psicológico (PAP) desenvolvido por alunos e psicólogos no IP | Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Uma equipe de alunos de graduação e psicólogos voluntários do Instituto de Psicologia (IP) da USP, em São Paulo, está realizando o  Plantão de Acolhimento Psicológico (PAP) nas tardes de quarta-feira, no Centro Escola do instituto, localizado no campus Cidade Universitária, no bairro Butantã, na capital paulista. Os interessados devem fazer inscrição, no local, no próprio dia do atendimento, entre 12 e 14 horas, para serem atendidos a partir das 13 horas. Tudo ocorre por ordem de chegada e o grupo opera com um número limitado de vagas. O atendimento será feito até o dia 27 de novembro.

A ideia é fazer um acolhimento psicológico. “ Trabalhamos em prol da autonomia do usuário”, afirma a professora Helena Rinaldi, do Departamento de Psicologia da Aprendizagem do IP e supervisora do grupo. “A ideia é acolher o usuário, compreender e esclarecer sua demanda por meio de uma escuta diferenciada, clínica, assim como desenvolver a escuta e o raciocínio clínicos junto aos alunos do curso de Psicologia.”

Os atendimentos são feitos em formato de plantão, ou seja, é oferecido um espaço para reflexão. Esse espaço tem como proposta clarificar a situação psicodinâmica individual ou grupal e, assim, buscar a responsabilidade do paciente à procura de atendimento. O atendimento não é a longo prazo. “É um plantão, não um serviço contínuo. É algo singular, uma intervenção naquele momento vivido”, explica Helena. O atendimento poderá ser feito por um ou dois estagiários.

As escutas contam com dois integrantes da equipe e a supervisão de três psicólogas voluntárias. 

Professora Helena Rinaldi, coordenadora do Plantão de Acolhimento Psicológico | Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Após o fim dos plantões, o grupo que oferece o atendimento se reúne para discutir e apontar melhorias para os próximos encontros. “O projeto vai se construindo aos poucos”, conta a professora do IP. 

A equipe entende que o quadro de pessoas atendendo pode ser ampliado. O plantão conta com três estagiários bolsistas no Programa Unificado de Bolsas de Estudos para Apoio e Formação de Estudantes de Graduação (PUB) da Pró-Reitoria de Graduação da USP. Os demais participam de forma voluntária.

O projeto surgiu da remodelação do Serviço de Aconselhamento Psicológico – SAP – do Centro Escola do Instituto de Psicologia, que atuava desde 1969.  Durante todo o primeiro semestre, os alunos discutiram e planejaram como iriam desenvolver os trabalhos. A construção do PAP, de maneira colaborativa, em que toda a equipe pode discutir e pensar, foi a  proposta da professora. 

O Centro Escola do Instituto de Psicologia fica no bloco D, na Av. Prof. Mello Moraes, 1.721, Cidade Universitária, São Paulo – SP

Mais informações: (11) 3091-4172

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.