Alunos do ensino médio têm aulas de física com pesquisadores da USP

Parceria entre Instituto de Física e Diretoria Regional de Ensino de São Carlos faz formação em laboratórios durante dois meses

Alunos de escolas de ensino médio da região de São Carlos em aula com o professor Luiz Antônio de Oliveira Nunes – Foto: Assessoria de Comunicação do Instituto de Física de São Carlos (IFSC)

.

Aprender sobre mecânica e eletricidade além das teorias. Tudo na prática, ao vivo. Trinta alunos de escolas estaduais da região de São Carlos, no interior de São Paulo, puderam vivenciar as exatas nos laboratórios do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP, entre os meses de outubro e novembro. As atividades contaram com a participação de alunos do curso de Licenciatura em Exatas do instituto. 

“Foram muito legais nas explicações e nas orientações que deram”, conta Leonardo Peres, estudante do primeiro ano da escola estadual Professor José Juliano Neto, em São Carlos. Leonardo quer fazer Engenharia Mecânica na USP. Para ele, o conteúdo campeão das explicações foi o pêndulo simples e o movimento retilíneo. “Provocou em mim ainda mais a paixão pela área da física, o que me obrigará a estudar muito mais em casa.”

Ondina, que está no do 3º ano do ensino médio, disse que pôde aprender muito em pouco tempo. “Foi uma oportunidade única, e toda vez que recebemos uma oportunidade como esta temos que abraçá-la”, disse a estudante que prestará o vestibular da USP para o curso de Arquitetura.

Na última aula do projeto, não só estudantes como professores de algumas escolas participantes compareceram. Thiago é um deles. Coordenador da escola estadual Attilia Prado Margarido, ele ressalta que o projeto foi uma chance dos seus alunos conhecerem melhor a Universidade e ampliarem conhecimentos. Também coordenadora, Taciana, da Escola Estadual Ludgero Braga, ressaltou que “é preciso multiplicar esta iniciativa, incentivando outros alunos a participarem”.

O Programa de Formação Complementar em Física Experimental nasceu com o objetivo de oferecer uma capacitação adicional aos alunos de ensino médio e trazê-los para laboratórios onde possam vivenciar a disciplina de uma forma prática. A parceria com a Diretoria Regional de Ensino de São Carlos permitiu a realização do projeto. 

“Através desta integração entre a diretoria de ensino e o IFSC, os alunos tiveram a oportunidade de aprofundarem seus conhecimentos utilizando os laboratórios e conhecendo os pesquisadores do instituto”, diz Débora Costa Blanco, dirigente regional da diretoria de ensino de São Carlos. 

O projeto teve a coordenação dos professores da USP Fernando Paiva e Luiz Antônio de Oliveira Nunes. Depois dos experimentos práticos, o professor Paiva destaca “a força de vontade fantástica dos alunos que participaram, o que correspondeu além de nossas expectativas”.

O professor Oliveira sinaliza que o programa pode continuar nos próximos semestres.“Com certeza iremos repetir esta iniciativa, pois a tendência nacional é ter mais ensino experimental nas escolas.”

E para os professores das escolas levar os seus alunos ao ambiente universitário foi uma ótima experiência. “Eles tiveram a oportunidade de enriquecer ainda mais os seus conhecimentos. É preciso multiplicar esta iniciativa, incentivando outros alunos a participarem”, como conta Taciana, coordenadora na Escola Estadual Ludgero Braga em São Carlos.

Adaptado de Assessoria de Comunicação do Instituto de Física de São Carlos

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.