A convite da Reitoria, Conselho Universitário é informado sobre projetos da gestão

Os projetos também serão apresentados aos dirigentes em reunião que será realizada no campus de Piracicaba

  • 22
  •  
  •  
  •  
  •  

Na manhã desta terça-feira, 29 de maio, atendendo a um convite da Reitoria da USP, os membros do Conselho Universitário foram informados sobre o andamento de alguns dos principais projetos que estão sendo tocados pela atual gestão nos últimos quatro meses.

O pró-reitor de Pós-Graduação, Carlos Gilberto Carlotti Jr., relatou o trabalho que a USP está desenvolvendo junto à Capes para estimular e acelerar o processo de internacionalização dos quadros da Universidade. Detalhou a proposta enviada pela Universidade para o edital Capes-PrInt com o objetivo de potencializar o trabalho de internacionalização que já é realizado pelas unidades da USP.

O pró-reitor de Graduação, Edmund Baracat, informou sobre as propostas, aprovadas no Conselho de Graduação, que nortearão as regras do vestibular para a USP em 2019. Uma delas é a redução da segunda fase para apenas dois dias de prova e a exclusão do bônus para alunos da escola pública. Foram uniformizados os critérios de ampla concorrência (AC), alunos oriundos de escola pública (EP) e PPI. O objetivo é atrair para a USP os melhores talentos entre os jovens de toda a população brasileira.

O pró-reitor de Pesquisa, Sylvio Canuto, informou sobre edital em preparação sobre o programa Os Grandes Desafios da Ciência, que consistirá na realização de eventos internacionais na USP. Duas áreas em que a Pró-Reitoria está trabalhando são a nova Lei da Biodiversidade, que dispõe sobre o acesso ao patrimônio genético e uso sustentável da biodiversidade, e a Lei Arouca, que regulamenta os procedimentos éticos para o uso de animais em atividades de ensino e pesquisa.

A pró-reitora de Cultura e Extensão, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, reafirmou o papel da área de ser um braço no esforço da USP de formar profissionais que farão diferença na sociedade. Estão sendo implementadas ações direcionadas às Empresas Juniores USP e para a abertura de edital sobre Empreendedorismo Social.

O superintendente da STI,  João Eduardo Ferreira, relatou o andamento do programa USP Racionalmente 100% Digital. Trata-se de uma continuação do processo de interligar fortemente todos os campi da USP e criar as ferramentas necessárias para dar o máximo de eficiência para a Universidade realizar suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. “A informatização é essencial para que a USP continue como uma universidade de ponta.”

Os projetos também serão apresentados aos dirigentes de todas as unidades da USP em reunião que será realizada no campus de Piracicaba, nos próximos dias 2 e 3 de julho.

  • 22
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados