Há 50 anos, a universidade no olho do furacão

Em vídeo, quatro ex-professores da USP lembram os conflitos e os desafios da Universidade em 1968

  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

..

.

O criticadíssimo acordo MEC-Usaid – que unia o então Ministério da Educação e Cultura com a agência americana para o desenvolvimento internacional –, a ao mesmo tempo desejada e contestada reforma universitária – que acabou com a poderosa cátedra e criou os departamentos nas universidades – e, no caso da USP, a crise dos alunos excedentes, aqueles que ganharam o direito de cursar a Universidade pelo vestibular mas não podiam por falta de vagas. Com tudo isso, a academia se viu no meio do turbilhão que varreu 1968 e teve também o seu protagonismo. No caso da Universidade de São Paulo, para o bem e para o mal. Enquanto alunos e professores lutavam por suas reivindicações tanto acadêmicas quanto sociais, no Ministério da Justiça um ex-reitor da USP, Luiz Antônio da Gama e Silva, apertava o nó górdio da repressão com o famigerado Ato Institucional número 5, o AI-5. O resultado dessa privação da liberdade e dos direitos fundamentais foi a cassação e a aposentadoria compulsória de vários docentes. Na USP, foram 24 aposentados em abril de 1969 – e muitos deles souberam pelo rádio, como o sociólogo e ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso.

Veja no vídeo a seguir o depoimento de quatro ex-professores da USP que viveram e vivenciaram muitos dos eventos nacionais que completam meio século.
.
.

.

Veja no link a seguir as lembranças de Luiz Carlos Menezes como aluno e professor em 1968 e nos anos seguintes

..

.

Leia mais

.

12/dezembro/2018

Um ato – e a democracia brasileira entrou em sua noite mais longa

11/dezembro/2018

“As novas gerações precisam saber disso”

7/dezembro/2018

Obladi, oblada life goes on brahhh… Lala how the life goes on

7/dezembro/2018

Professor da USP conta suas memórias da época do AI-5

30/novembro/2018

Maria Antonia – muito além de uma rua

28/novembro/2018

Daisy, Dais, Dai…

26/novembro/2018

O 68 francês e o cinema

22/novembro/2018

Guilherme Wisnik analisa 1968 sob o ponto de vista da cidade

21/novembro/2018

Contestação presente em 1968 também se manifesta na postura dos cientistas

21/novembro/2018

Há 50 anos, País vivia ao mesmo tempo o milagre brasileiro e o AI-5

21/novembro/2018

1968 e a afirmação dos direitos humanos

21/novembro/2018

Renato Janine fala sobre o que 1968 representou na vida dele

20/novembro/2018

Estudantes de 68 retomaram os temas da liberdade, igualdade e fraternidade

13/novembro/2018

Rascunho de palestra em um Clube de Leitura

12/novembro/2018

O cinema militante de maio de 68

9/novembro/2018

Entre a luta, os livros e os cacos de sonho

9/novembro/2018

Maio ou maios de 68

8/novembro/2018

E a aldeia global assistia TV via satélite…

7/novembro/2018

A nação e a Universidade ameaçadas

6/novembro/2018

Combate ao racismo em 1968: 50 antes e 50 depois

2/novembro/2018

O significado histórico da Primavera de Praga

1/novembro/2018

1968 no mundo, além da lenda

31/outubro/2018

1968, 2018 e além: livros pela democracia

30/outubro/2018

Impasses no teatro brasileiro em 1968

29/outubro/2018

Quebrando o moralismo embolorado

26/outubro/2018

Cinquentenário de 1968 é tema de mostra no Cinema da USP

26/outubro/2018

Woodstock: o maior encontro de uma geração revoltada e festiva

25/outubro/2018

A cena musical brasileira de 1968

24/outubro/2018

A arte pop brasileira – “… que gostava de política em 1968”

23/outubro/2018

67/68: Tropicalismo, participação e transgressão

22/outubro/2018

O maio de 1968 – a luta dos direitos civis nos Estados Unidos

19/outubro/2018

A brecha que se abriu em 1968

18/outubro/2018

Angústias, insegurança e resistência nas salas de aula da USP

16/outubro/2018

O protesto que marca a memória dos Jogos Olímpicos do México

15/outubro/2018

Há 50 anos, a universidade no olho do furacão

11/outubro/2018

1968, nas entrelinhas do silêncio

10/outubro/2018

1968, 69, 70, 71, 72………..83

9/outubro/2018

“Meu tema é o da responsabilidade moral e intelectual da Universidade”

4/outubro/2018

Professores revivem legado da Maria Antonia

3/outubro/2018

Filme denuncia o esquecimento e impunidade do caso Herzog

3/outubro/2018

Ode à democracia marca abertura de “Ecos de 1968 – 50 Anos Depois”

3/outubro/2018

Ecos de 1968 – 50 anos depois

2/outubro/2018

Filmes lembram as marcas da ditadura no Brasil de hoje

1/outubro/2018

Livros e leitura cênica lembram a Batalha da Maria Antonia

1/outubro/2018

“A USP foi um locus de resistência e de luta contra os desmandos”

1/outubro/2018

Batalha da Maria Antonia é relembrada em ciclo de eventos

28/setembro/2018

Com a rua como cenário e os jovens como protagonistas, 1968 faz história

21/setembro/2018

Para refletir sobre os ecos e as lições de 1968

18/julho/2018

“USP Especiais” destaca fatos e músicas que marcaram 1968

29/Maio/2018

Seminário traz à discussão o mítico ano de 1968

20/Abril/2018

A herança que 1968 nos deixou, 50 anos depois


.

.

.

 

  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados