Espaço destinado aos novos mestres e doutores da USP para falar sobre suas pesquisas e inovações, num bate-papo informal e descontraído.

Apresentação: Roxane Ré e Antonio Carlos Quinto
Produção: Roxane Ré e Antonio Carlos Quinto
E-mail: ouvinte@usp.br
Horário: quintas, às 8h

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

São Paulo invisibilizou personagens do centro em nome da modernização

Para deixar o rótulo de “Cidade do Café” e se transformar numa cidade urbanizada e saneada, no início do século 20, São Paulo passou por diversas obras de embelezamento e de melhoramentos urbanos. Foi quando diversas pessoas que viviam no centro acabaram invisibilizadas e marginalizadas

Grafites podem refletir segregação socioespacial na cidade

Educadora analisou grafites de duas áreas da cidade de São Paulo e elaborou uma sequência didática aplicada a jovens de uma escola pública. Objetivo foi verificar se os jovens conhecem a cidade e as opções de lazer e cultura identificadas

Música alternativa brasileira é tema de pesquisa na USP

Uma pesquisa de doutorado realizada na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP analisou trajetórias de uma comunidade musical denominada música alternativa brasileira. O objetivo foi entender o que caracteriza essas práticas contemporâneas e como elas se manifestam na comunidade em questão

As estratégias dos movimentos negros nas denúncias de violência policial e discriminação

Na pesquisa de doutorado intitulada Gramática Negra contra a violência de Estado: da discriminação racial ao genocídio negro (1978-2018), o sociólogo Paulo César Ramos identificou o que denomina “pontes semânticas” que pautaram os movimentos negros em suas denúncias contra a violência de Estado, mais especificamente a policial. “Esse estudo é uma continuidade de meu programa de mestrado e tem a ver com minhas relações com o movimento negro. Percebi que  emergia