Visão dupla pode ter causas neurológicas

Colunista comenta sobre distúrbio chamado de diplopia, que gera desconforto no indivíduo e percebe uma única imagem como duas

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha fala sobre a diplopia, mais conhecida como visão dupla. O indivíduo com visão dupla percebe, com os dois olhos abertos, uma única imagem como duas. Ao fechar um dos olhos, uma das imagens desaparece.  

Rocha explica que a visão dupla ocorre quando há falhas no sistema de movimentação dos olhos, como os músculos com dificuldade de contração, problemas nos nervos de comando ou nos núcleos centrais do tronco cerebral. Logo, questões neurológicas podem ser a causa da visão dupla. 

Através de imagens do cérebro e exames de sangue é possível descobrir a natureza e as causas da doença, que gera desconforto no indivíduo. 

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.   


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.