Violeiro apresenta versão moderna para o regionalismo caipira

Em “Mudernage”, Lu Pasinato integra sonoridade da viola brasileira junto ao piano, saxofone, contrabaixo e acordeon

Detalhe da mão de uma viola caipira – Foto: Reprodução Revista da Tulha via Portal de Revistas da USP

O programa Revoredo desta semana apresenta a obra Mudernage, de Lu Pasinato. Natural de Parapuã, interior de São Paulo, o violeiro vem de uma família de músicos, motivo esse que despertou cedo o interesse pelo universo musical. Começou com instrumentos de corda e participou de bandas de sua região como guitarrista. Mais tarde, em 1989, conheceu a viola caipira e integrou sua sonoridade à guitarra desde então.

Em Mudernage, o músico apresenta a viola brasileira como instrumento principal e também como base harmônica para outros instrumentos como piano, saxofone, contrabaixo e acordeon.  A músicas trazem o regionalismo caipira numa versão moderna, sem perder as raízes e o lirismo rural. O programa apresenta as faixas: Meu chão; Senzala; Lápis de cor; Buraco das araras; Louva-deus; Seu Mané e Pitangueira e Infância.

Ouça no player acima o programa Revoredo na íntegra.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.