Violeira usa traços da literatura de cordel em suas obras 

Compositora Laís de Assis se inspira na cultura do romanceiro popular nordestino 

O programa Revoredo desta semana apresenta o trabalho da violeira Laís de Assis. Mestre em Música na área de Etnomusicologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), a artista é também compositora, pesquisadora e educadora musical. 

Participou de importantes festivais de música em Recife, Pernambuco, como o Sonora – Ciclo Internacional de Compositoras, Projeto Elas São Frevo e Festival de Cultura Mostra da Roda e é considerada como uma das poucas mulheres que tocam a viola nordestina instrumental longe do canto. 

Em suas obras traz a cultura do romanceiro popular nordestino, conhecido como literatura de cordel. São folhetos que guardam arte e literatura por meio de poesias e xilogravura, assim como da música e do canto de seus versos acompanhados pela viola ou rabeca. O programa apresenta as  músicas: Ponteada, Guaxo, Maria Bunita, Galo de ouro e Espelhos

Ouça o programa Revoredo na íntegra no player acima.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.