Vida do mais paulista dos sambistas é retratada em documentário

Adoniran – meu nome é João Rubinato fala sobre o compositor que desmentiu a pecha de São Paulo como túmulo do samba

Na retomada de sua coluna Espaço em Obra, o professor Guilherme Wisnik fala do documentário, dirigido por Pedro Serrano e em cartaz na cidade,  Adoniran – meu nome é João Rubinato. “É um filme muito bonito, como um retrato desse personagem sensacional que foi o Adoniran, um símbolo importante da cidade de São Paulo”, avalia o colunista, que compara a importância desse compositor (autor de obras imortais como Trem das Onze e Saudosa Maloca, consideradas por Wisnik hinos da cidade) à de Paulo Vanzolini, numa época em que se dizia que São Paulo era o túmulo do samba.

O filme acompanha o percurso de Adoniran em sua carreira artística e conta com depoimentos de Elis Regina e Elifas Andreato, entre outros.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Espaço em Obra
A coluna Espaço em Obra, com o professor Guilherme Wisnik, vai ao ar toda quinta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.