Uma hora de consumo de narguile equivale a 100 cigarros

É o que nos diz João Paulo Lotufo ao lembrar do trabalho de aconselhamento que o projeto Dr. Bartô e os Doutores da Saúde promove e que impediu que o narguile fosse levado ao horário nobre da TV

 06/07/2021 - Publicado há 5 meses
Por

O projeto Dr. Bartô e os Doutores da Saúde faz o trabalho de aconselhamento com grupos específicos no combate ao uso de álcool e drogas e, consequentemente, sua dependência. O cigarro também está incluído nesse pacote.

A empresária Malga di Paula, viúva do humorista Chico Anysio, está lutando contra a covid-19, internada em UTI do Hospital das Clínicas de Passo Fundo – RS. Malga defende o combate ao tabagismo. João Paulo Lotufo nos relata o encontro que teve com Malga, em Brasília, em 2012, representando uma ONG de controle do tabagismo, justamente a doença que matou o humorista.

Naquele momento, Malga di Paula, relatou que estava assessorando a gravação da novela Salve Jorge, que foi rodada na Turquia, local onde se consome o narguile. O colunista lembrou o risco de colocar o produto em uma novela de horário nobre, já que uma hora de consumo do narguile equivale a 100 cigarros.

O aconselhamento feito por Lotufo trouxe resultados e o narguile não foi usado na novela, apenas apareceu como cenário.


Dr. Bartô e os Doutores da Saúde
A coluna Dr. Bartô e os Doutores da Saúde, com o médico assistente do Hospital Universitário da USP João Paulo Lotufo, vai ao ar toda terça-feira às 09h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.