Um livro, muitas vozes, é o tema apresentado por Marisa Midori

É o recém-lançado “Livros Para Todos – Ensaios Sobre a Construção de Um País de Leitores”, organizado por Daniel Louzada

 Publicado: 12/11/2021
Por

 

A coluna Bibliomania desta semana, da professora Marisa Midori, traz o lançamento de Livros Para Todos – Ensaios Sobre a Construção de Um País de Leitores (Editora Nova Fronteira), organizado por Daniel Louzada. Mas, antes de falar da obra, a professora apresenta o seu organizador: “Ele é gaúcho, de Pelotas e, segundo informa aqui na segunda orelha, não teve livros na infância e seu contato com a leitura só se deu na adolescência. Comprou seu primeiro livro aos 18 anos, em um sebo de Porto Alegre, ao entrar na faculdade de História. Após ter contribuído para vários projetos editoriais de relevo, ele vive hoje no Rio de Janeiro, onde toca a tradicional e célebre Livraria Leonardo da Vinci”. E continua:  “E por que eu conto tudo isso? Porque este jovem, que demorou tanto a ter seu primeiro livro e a ser fisgado pela leitura, ele, particularmente, sabe da importância dessa batalha pelos livros, de uma batalha que, infelizmente, tem encontrado tantos revezes nesses últimos anos, mas que, graças a figuras como a de Daniel Louzada e dos autores que dão corpo a este livro, ela está longe de ser perdida”.

São muitos os autores, 25 no total, entre eles Antonio Candido, José Castilho Marques, Rejane Dias e Jorge Carrión, que têm em comum a luta contra a reforma tributária proposta pelo ministro Paulo Guedes, no que toca, de modo específico, à taxação do livro, como informa a professora. “Este me parece ter sido o mote que reuniu tantas estrelas, de diferentes constelações”.

Segundo Marisa, cada capítulo busca expor a batalha pelo livro a partir de pontos de vista diversos, do autor ao leitor, ou ao formador de leitores, passando pelos gestores públicos e pelos profissionais atuantes na cadeia editorial. Para a professora, “de um modo geral estão todos unidos por esse sentimento da bibliodiversidade, o que os faz lutar também pela lei Cortez, ou lei do preço fixo/único do livro, como acontece em tantos países”, comenta. E conclui: “O livro organizado por Daniel Louzada deve ser prestigiado por todos os leitores, amantes do livro, porque ele significa um ato ecumênico, no qual todas as vozes cantam um hino de amor ao livro, à leitura, enfim, à cultura”.


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar toda sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.