Turismo nerd está em constante crescimento e é oportunidade para o setor turístico

Eventos como o CCXP, por exemplo, chegam a somar quase 300 mil frequentadores e têm um impacto econômico enorme, podendo chegar a mais de R$ 250 milhões

 11/08/2023 - Publicado há 11 meses
Por

Grandes eventos geeks são realizados em cidades espalhadas pelo mundo – Foto: Reprodução/Freepik
Logo da Rádio USP

O antigo estereótipo nerd, de uma pessoa esquisita, desajustada e sem vida social não condiz mais com a realidade. “Hoje, percebemos que, pelo contrário, os nerds representam comunidades de fãs que se identificam apaixonadamente por temas em comum, como tecnologia, ficção científica, videogames, histórias em quadrinhos, filmes e séries”, lembra Vitor Silva Freire, doutorando em Turismo pela  Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP. 

Isso, para o turismo, é um prato cheio. Grandes eventos geeks são realizados em cidades espalhadas pelo mundo. Um exemplo disso é a CCXP, a convenção brasileira de cultura pop, que é realizada em várias cidades do País. 

Uma pesquisa de Rodrigo Bastos e Maria Elicher, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, demonstrou que uma única edição do CCXP no Estado chegou a ter um impacto econômico de mais de R$ 260 milhões. Essa arrecadação é maior do que a da Virada Cultural ou do tradicional desfile de Carnaval da cidade.

“Somando quase 300 mil frequentadores, o evento atrai turistas especialmente de outras cidades do Estado de São Paulo e dos Estados como o Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná”, diz Freire. A pesquisa ainda constatou que o tempo de estadia dos turistas por conta da CCXP é superior à média local, e o gasto médio no evento representa quase metade do gasto médio dos turistas na cidade. 

No mundo real

Segundo uma pesquisa realizada na Universidade Federal de Pernambuco, o sucesso desses eventos recai sobre o fascínio dos fãs, que querem visitar locais relacionados aos seus livros, séries e filmes preferidos. A CCXP é uma oportunidade de poder viver os hobbies fora do ambiente virtual e doméstico.  “Para os pesquisadores, dentro de um evento como esse, frequentadores vestidos como seus personagens favoritos, recriação de cenários de filmes e atividades temáticas provocam um envolvimento físico do turista com esse universo nerd, o turista sendo absorvido por uma experiência imersiva”, diz o doutorando. 

Outro evento que faz muito sucesso é o Anime Friends, evento em São Paulo voltado aos otakus, que é uma comunidade nerd formada por fãs de cultura pop japonesa. Um estudo feito por Priscila Simon, do Senac, Miguel Bahl, da Universidade Federal do Paraná, e Marcia Dropa, da Universidade Estadual de Ponta Grossa, “mostra que o evento tem uma grande importância social ao criar um universo próprio em que esses fãs, antes de tudo, se sentem bem e felizes por poderem ser quem são”.

A pesquisa traz uma informação importante: uma das práticas desses fãs é organizar caravanas para trazer turistas para o evento, um potencial a ser explorado pelas agências de viagem. Existe uma demanda a ser suprida e os agentes de viagem e todos os outros personagens do setor turístico podem aproveitar isso.

Julia Estanislau (estagiária)* sob supervisão de Cinderela Caldeira


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.