Tecnologias “touchless” ganham destaque durante pandemia

Colunista comenta pesquisa que mostra preferência pelo uso da inteligência artificial por comando de voz, num momento em que as medidas de proteção são consideradas tão importantes

Com a pandemia do coronavírus, a corrida pela vacina e adaptação à nova realidade, algumas tendências ligadas à tecnologia têm avançado mais do que outras. Segundo o colunista, essa tendência se reflete no uso da inteligência artificial nas tecnologias touchless: “Acabou de ser realizada uma pesquisa muito grande, com mais de 5 mil respondentes em 12 países, inclusive o Brasil, procurando entender o que as pessoas estavam procurando nos meios digitais, em especial na inteligência artificial que não precisa do toque, são assistentes de voz, exatamente por conta da pandemia, e as pessoas afirmam claramente que estão usando esse tipo de equipamento por conta das medidas de proteção, das medidas sanitárias que foram desenvolvidas no mundo todo.”

Essas tecnologias podem ser encontradas em robôs que fazem entregas de comida, lojas que desenvolveram processos de digitalização dos seus showrooms e até em automóveis e eletrodomésticos. Para Arbix, a pandemia impulsionará o uso de equipamentos por comando de voz mesmo após o fim do período de isolamento: “Essa é uma tendência forte, é bem possível que tenha vindo para ficar. Na França, já há robôs que fazem perguntas para as pessoas de como elas estão se tratando, então esse é um campo de atuação que certamente vai preceder um impulso muito grande no próximo período”.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Observatório da Inovação.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.