Tecnologias digitais caminham lado a lado com inovação e empreendedorismo

Segundo Glauco Arbix, a tendência em inovação não pode prescindir, a partir de agora, da Inteligência Artificial, que vem recebendo investimentos pesados das grandes empresas do planeta

A divulgação de um ranking que avaliou as empresas mais inovadoras em 2019 deixa claro que uma das tendências mais fortes, comum a todas, está ligada às tecnologias digitais, especialmente à Inteligência Artificial. Google, Amazon, Apple, Microsoft, Samsung, IBM, Netflix, Tesla, Facebook e Adidas “definiram programas muito ambiciosos de investimento em Inteligência Artificial”, revela Glauco Arbix. São empresas poderosas, que investem pesado em qualificação de funcionários, expandindo acordos de cooperação pelo mundo. A verdade é que a tendência em inovação, daqui para a frente, não pode prescindir da Inteligência Artificial.

“Os processos de inovação, na verdade, acabam ocorrendo nas áreas, nos domínios em que a Inteligência Artificial é implementada, é aplicada, e está mostrando resultados bastante fortes”, o que significa que, para inovar, a tecnologia é a chave. E a Inteligência Artificial está orientando os processos de inovação.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.