“Status epilepticus” é uma emergência neurológica

Crises convulsivas em sequência, sem o restabelecimento da consciência, são características dessa emergência médica

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre status epilepticus e os cuidados necessários quando o problema acontece.

Status epilepticus é o termo utilizado quando um paciente apresenta crises epilépticas subentrantes, uma após a outra e sem a recuperação da consciência entre as crises.

Segundo o professor, a maioria das crises convulsivas tem natureza limitada e  é solucionada naturalmente num período de três a cinco minutos. Além disso, o paciente tem uma recuperação progressiva dos níveis de consciência, o que não acontece nas ocorrências de status epilepticus

O professor reforça que, quando ocorrem as convulsões, é importante evitar que o paciente se machuque durante as crises. Ações como colocar o paciente em uma posição confortável e longe de objetos perigosos são primordiais para que consequências graves não aconteçam. 

Se as crises epilépticas continuarem por mais de cinco minutos, é preciso chamar uma ambulância, no número 192, para que o paciente possa ser rapidamente atendido por profissionais.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Minuto do Cérebro.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.