Solidariedade é sempre bem-vinda em tempos de caos

Glauco Arbix comenta a iniciativa da artista plástica Kimi Nii, cujas peças em cerâmica estão à venda – o valor resgatado será destinado às comunidades indígenas, “tão sofridas diante da pandemia”

 08/06/2021 - Publicado há 5 meses
Por

Em meio ao cenário de caos causado pela pandemia de coronavírus, a coluna do professor Glauco Arbix desta semana resgata o valor da solidariedade. “Não bastassem as aglomerações, as campanhas contra o uso de máscaras, o descaso, o desprezo em relação à vacina, agora nós temos inclusive uma autorização para a realização da Copa América […] patrocinada pelo governo federal.” A população, perdida, não encontra apoio para se defender do vírus, uma vez que o governo nega as medidas indicadas de proteção.

Por sorte, iniciativas solidárias florescem em todos os lugares, e um exemplo é o da artista plástica e ceramista Kimi Nii, que se inspirou na arte indígena para criar peças em cerâmica que estão à venda para quem se interessar em adquiri-las e, dessa forma, externar a sua solidariedade aos povos indígenas. Vale notar que o total arrecadado será destinado para a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), numa campanha de defesa das populações indígenas, “tão sofridas diante da pandemia, tão abandonadas, vítimas de preconceito e descaso governamental e de ataques inomináveis de madeireiros e mineradores, que invadem suas terras e matam as suas famílias”. E assim está formado um cenário em que à ausência de solidariedade soma-se a falta de empatia.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.