Senado tem a oportunidade de informar a população brasileira sobre a pandemia

Para Álvaro Moisés, a CPI da Covid deve investigar erros, omissões, medidas adotadas e as responsabilidades do governo no enfrentamento da crise

 05/05/2021 - Publicado há 6 meses

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid começou, esta semana, a ouvir os ex-ministros da Saúde. Em sua coluna A Qualidade da Democracia, o professor José Álvaro Moisés presta uma homenagem às vítimas do coronavírus e analisa a comissão no Senado.

Segundo o professor, o número elevado de óbitos é um dos principais motivos para a instalação da CPI. “Essa CPI foi criada para investigar as ações e principalmente as omissões do governo, que desde a origem da crise sanitária do coronavírus se negou a reconhecer a gravidade da situação”, afirma.

Moisés comenta que os principais focos da comissão têm sido as omissões e as medidas tomadas a respeito da compra de vacinas, além da catástrofe de Manaus, em que diversas pessoas morreram pela falta de oxigênio. “Não houve um planejamento adequado”, diz. 

Os ex-ministros estão sendo questionados sobre as medidas que tomaram para o enfrentamento desses problemas. De acordo com o professor, a comissão deve investigar também a ausência de uma coordenação nacional para lidar com a pandemia, a baixa testagem, o não fechamento das fronteiras, o excesso de serviços designados como essenciais e a promoção de medicamentos sem eficácia comprovada.

“É preciso que o Parlamento use essa oportunidade para informar a população brasileira sobre o que realmente aconteceu, em que estado nós estamos e as responsabilidades do governo”, afirma Moisés.


Qualidade da Democracia
A coluna A Qualidade da Democracia, com o professor José Álvaro Moisés, vai ao ar toda terça-feria às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.