Sem a esperada redemocratização, poderemos ter de conviver com o novo malufismo

Caso as pesquisas se confirmem em São Paulo no segundo turno, teremos a vitória de um novo malufismo, diz José Eli da Veiga

 27/10/2022 - Publicado há 1 mês
Por

O professor José Eli da Veiga realiza na coluna desta quinta-feira (27) uma autocrítica em relação à coluna veiculada, neste espaço, às vésperas do primeiro turno da eleição, intitulada Em poucos dias, poderemos ter uma nova “redemocratização”. “É necessário fazer essa autocrítica”, ressalta o colunista. A expectativa descrita no texto era de que grande parte dos governos estaduais afastaria os obscurantistas. Mas, após a contagem dos votos, como lembra Eli da Veiga, o panorama foi muito diferente. “Agora estamos às vésperas do segundo turno com um quadro que se mantém no nível nacional, visto que a vitória do candidato pró-democracia está sendo confirmada pelas pesquisas”, diz o professor.

Mas, mesmo que seja possível manter um certo otimismo, para Eli da Veiga, o panorama nos Estados é horrível. “Aqui em São Paulo, estamos nos preparando para um novo malufismo. E aqui na USP? Quanto tempo a universidade levará para enfrentar uma situação que poderá ser semelhante àquela que viveu durante a ditadura militar?”, questiona o professor. Eli da Veiga também considera que o quadro da composição do Senado e da Câmara é extremamente desfavorável à possibilidade de uma nova democratização. O professor destaca que esse tema também será abordado em sua coluna desta sexta-feira, dia 28, no jornal Valor Econômico.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda quinta-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.