Saúde e qualidade de vida deveriam integrar as políticas urbanas

Para colunista, a integração entre a área da saúde e a gestão pública é essencial para garantir a qualidade de vida da população

Na coluna Saúde e Meio Ambiente desta semana, Paulo Saldiva discute como o planejamento urbano pode contribuir com as ações da saúde. O colunista acredita que a alta densidade populacional seja um fator que potencialize o adoecimento da população, principalmente quando somado com a falta de integração entre a área da saúde e os gestores governamentais.

Para Saldiva, a alta condensação das cidades determina fatores ambientais como a poluição das águas, o descarte incorreto de resíduos e a proximidade entre pessoas, o que favorece o adoecimento dos habitantes, principalmente quando somado à falta de ações conjuntas entre os gestores públicos e a área da saúde: “É interessante como o planejamento urbano e o diálogo com as áreas de saúde não ocorre ainda de forma fluida, especialmente no nosso país. Estou propondo que devam existir métodos para aproximação dos gestores, dos planejadores e dos profissionais da saúde, porque há coisas que nós não conseguimos prescrever, como transporte decente, saneamento básico e condição de vida, para que as pessoas possam usufruir um pouco daquilo que construíram esses gigantes de concreto e asfalto”.

O colunista acredita que o momento possa propiciar a criação de um urbanismo sanitário ou estudar a biologia das cidades para evitar cenários como o que estamos vivendo hoje. “A dinâmica em que as cidades foram construídas não permite que nós nos protejamos de um agente infeccioso de alta contagiosidade, especialmente afetando as pessoas menos favorecidas”, e finaliza: “A saúde e qualidade de vida deveriam ser o elemento integrador de todas as políticas urbanas. Que a intensidade da crise e o sofrimento causado por ela faça e tenha força para transformar um sistema de gestão baseado no desenvolvimento econômico para que contemple, simultaneamente, a qualidade de vida e saúde das pessoas que habitam as nossas cidades”.

Ouça a coluna na íntegra pelo player acima.


Saúde e Meio Ambiente
A coluna Saúde e Meio Ambiente, com o professor Paulo Saldiva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.