Rick Wakeman é o tecladista ícone do rock progressivo

Diferente da maioria dos músicos do rock progressivo, Wakeman impactou o rock progressivo de maneira solo

Tecladista de rock progressivo Rick Wakeman – Foto: Aurélio Moraes/Wikimedia Commons – CC BY-SA 3.0


Nesta edição do programa
História do Rock, o professor Mario De Vivo fala sobre a carreira do tecladista de rock progressivo Rick Wakeman.

O professor conta que Rick começou sua carreira com o objetivo de se tornar concertista de música erudita. Porém, com o passar do tempo, resolveu  abandonar os estudos de piano e se tornar músico de estúdio, trabalhando como tecladista para vários artistas. 

Segundo De Vivo, Wakeman representa um tipo especial de rockeiro, pois, a grande maioria dos devotos do rock progressivo, executavam suas músicas em bandas, enquanto o tecladista buscava realizar projetos de maneira solo. Segundo uma de suas biografias, Rick gravou mais de 90 álbuns, outro fato nada comum no mundo do rock. 

Wakeman se tornou um símbolo do rock progressivo graças ao  seu visual excêntrico e sua maneira original de se apresentar, com o uso de  fantasias, tocando sempre de pé e cercado de teclados, sintetizadores, pianos e instrumentos eruditos como órgão, por exemplo.

Ouça no player acima a íntegra do programa História do Rock.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.