“Reorganização do mundo exigirá retomada do diálogo internacional”

Nesse contexto, Pedro Dallari manifesta preocupação com a condução da política externa brasileira, que tem afastado aliados importantes do Brasil

 20/05/2020 - Publicado há 2 anos
Por

O mundo pós-pandemia exigirá uma reorganização e, para isso, a retomada do diálogo internacional em alto nível é essencial. É isso o que garante o professor Pedro Dallari em sua coluna desta semana. “Após um período de crise, e mesmo de paralisia, as relações internacionais voltam a ganhar muita importância. A pandemia da covid-19 reforça a necessidade de ações globais e coordenadas”, afirma o colunista. “A reorganização do mundo pós-pandemia também exigirá a retomada do diálogo internacional em maior intensidade. Sem isso, não haverá economia e o quadro de vulnerabilidade de uma grande parcela da população do mundo tenderá a ficar cada vez mais grave”, garante ele.

“Nesse contexto, causa grande preocupação a política externa brasileira. O atual chanceler tem falado abertamente contra o multilateralismo e a cooperação internacional, afastando aliados importantes do Brasil, como a China”, afirma Dallari. “É um grave risco para o Brasil este isolamento. E esta situação muito grave levou um grupo de personalidades com responsabilidade em guiar a política externa brasileira, em anos recentes, a se posicionar publicamente. Nomes como Fernando Henrique Cardoso, Celso Lafer e Celso Amorim publicaram, em vários jornais, um artigo no qual se posicionaram de maneira conjunta, afirmando que a política externa brasileira deve ser uma política de Estado e não de governo”, relatou.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Globalização e Cidadania.

 


Globalização e Cidadania
A coluna Globalização e Cidadania, com o professor Pedro Dallari, vai ao ar toda quarta-feiraa às 8h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.