Relógios digitais podem ajudar a melhorar a qualidade de vida, diz colunista

Radfahrer: “Essa medição, se for bem aplicada, pode fazer com que o indivíduo adote hábitos saudáveis de vida”

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

logo_radiousp790px

 

Foto: Divulgação/Apple
Foto: Divulgação/Apple

Os relógios de pulso digitais estão cada vez mais presentes em nosso dia a dia. Basicamente, eles têm duas funções: uma delas é servir de alerta, emitindo sinais de aviso quando do envio de alguma mensagem, por exemplo; a outra função, mais importante, é a de mensuração física, ou seja, com o relógio é possível medir calorias, horas de sono, quantidade de água ingerida ao longo do dia e uma infinidade de outras coisas.

Em uma palavra: é a tecnologia a serviço de melhorar a qualidade de vida. Mas tudo isso implica uma certa vigilância, como alerta Luli Radfahrer em sua coluna Datacracia. 

.

.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados