Reforma tributária global será tema de debate na pós-pandemia

Em relatório lançado na última terça-feira, dia 16, economistas destacam a necessidade de reformas

No documento intitulado A pandemia global, a recuperação econômica e sustentável e a tributação internacional, lançado pela Oxfam International, um grupo de economistas defende que seja implantada uma reforma tributária global. “É difícil se pensar numa reforma global, quando não existe um sistema tributário global”, diz o professor José Eli da Veiga. O grupo, que tem entre seus integrantes nomes conhecidos como Joseph Stiglitz e Thomas Piketty, se reúne desde 2015 numa ONG cuja sigla é Icrit (Independent Commission for the Reform of International Taxation). Os especialistas formam uma comissão independente para a reforma da tributação internacional das grandes empresas.

No momento, segundo Eli da Veiga, alguns países podem até ter sistemas tributários razoáveis, mas são quase exceções. “Muitas empresas fogem de seus países e vão para paraísos fiscais. E, nesse sentido, não houve nenhum grupo mais favorecido durante a pandemia que o setor de internet”, observa o colunista. “É preciso que depois da pandemia se discuta um sistema tributário global que considere o patrimônio como um fator de taxação”, recomenda. “Esse é um dos grandes temas que precisarão ser discutidos, com uma outra visão, após a pandemia.”


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.