Rede Virtual Privada é garantia de segurança e privacidade

Luli Radfahrer diz que a VPN é usada como forma de complementar um serviço público que não é bom o suficiente para preencher as expectativas dos usuários de computador

Em sua coluna desta semana, Luli Radfahrer fala sobre VPN (Virtual Private Network), a rede virtual privada, cuja maior vantagem é criar uma conexão segura e criptografada entre o computador de uso pessoal e um servidor. “Tudo o que acontece no seu computador é criptografado antes de entrar na internet e ninguém fica sabendo o que você acessou ou quando você acessou.” Acima de tudo, portanto, é uma questão de segurança e privacidade. Embora a VPN também possa ser usada para pirataria – e Radfahrer cita alguns desses usos -, é muito importante “para garantir que ninguém tenha acesso ao seu computador e que ninguém saiba”, o que significa proteção em casos, por exemplo, de hackeamento do provedor ou da rede telefônica, quando alguns dados podem ficar expostos.

Na verdade, argumenta o colunista, as empresas deveriam garantir esse serviço, mas no fundo a VPN acaba sendo como um plano de saúde privado ou uma escola privada, “quer dizer, o serviço público não é bom o suficiente e as pessoas usam o serviço privado para complementar o serviço público”. A VPN acaba se tornando necessária se o usuário depende muito da internet para fazer o seu trabalho e, principalmente, se há vários dispositivos conectados na residência.


Datacracia
A coluna Datacracia, com o professor Luli Radfahrer, vai ao ar toda sexta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.