Ranking mostra liderança dos EUA na produção mundial da ciência do esporte

Paulo Roberto Santiago comenta dados presentes na plataforma Scimago, que traz ranking mundial de produção científica tanto geral quanto na área da ciência do esporte

 06/11/2020 - Publicado há 1 ano

 

Na coluna Ciência e Esporte desta semana, o professor Paulo Roberto Santiago fala sobre a ciência do esporte nos Estados Unidos e destaca números impressionantes do país, publicados na plataforma Scimago, que traz o ranking mundial de produção científica tanto geral quanto na área de ciência do esporte.

Ao avaliar os dados da plataforma, o professor Santiago destaca o investimento dos EUA em ciência de maneira geral e específica para a do esporte, mas lembrando também o fato de o país ser ainda potência econômica e política mundial. Os dados da produção científica, no ranking da plataforma, colocam os EUA muito à frente dos demais, com a produção de 29% de todos os documentos científicos mundiais de 1996 até 2019, seguido pela China, com 15%. O Brasil produziu apenas 2%, ficando na 15ª posição.

Colocando o filtro da ciência do esporte, o Brasil sobe para a 11ª posição, tendo produzido 3% dos documentos científicos, e a China vai para a 15ª posição. Enquanto isso os EUA continuam na liderança, com 41% dos materiais, seguido pelo Reino Unido, com 11%.

Para Santiago, seguir os caminhos para a liderança pode significar maior investimento em pesquisa para atração de cérebros, como fazem os EUA. E, mais, que “dependendo do resultado das eleições americanas as pesquisas da ciência do esporte podem ser impactadas. Mas isso é assunto para outra hora”.

Os ouvintes podem participar da coluna Ciência e Esporte, sugerindo temas ou enviando questões para as próximas edições pelo e-mail ou através de comentários no canal da coluna no YouTube. A única restrição é que sejam temas relacionados à ciência e esporte.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Ciência e Esporte.


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.