“Vira e Mexe” revive a mais tradicional formação do forró, o trio

Com sanfona, zabumba e triângulo, formação foi criada pelo “rei do baião”, Luiz Gonzaga

Trio Nordestino, Os 3 do Nordeste, Trio Mossoró, Trio Mana Flor e Trio Virgulino: a mais tradicional formação do forró – Fotos: Divulgação

Ouça nos links abaixo o programa Vira e Mexe, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitido no dia 15 de agosto de 2020, que destacou trios de forró.

O forró na sua formação mais tradicional – o trio – foi o destaque do programa Vira e Mexe, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitido no dia 15 passado. Como afirmou o apresentador do programa, Paulinho Rosa, essa formação foi criada pelo “rei do baião”, Luiz Gonzaga (1912-1989) e incluía originalmente sanfona, zabumba e triângulo.

O programa apresentou músicas interpretadas por 12 grupos nessa formação: Trio Nordestino, Os Três do Nordeste, Trio Virgulino, Trio Sabiá, Trio Xamego, Trio Alvorada, Trio Sinhá Flor (hoje Trio Mana Flor) – formado por mulheres -, Trio Mossoró, Trio Forrozão, Trio Dona Zefa, Trio Juriti e Trio Macaíba.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

Vira e Mexe vai ao ar pela Rádio USP (93,7 MHz) sempre aos sábados, às 11 horas, com reapresentação à 0 hora de segunda-feira, inclusive via internet, através do site da emissora. Às segundas-feiras ele é disponibilizado no site do Jornal da USP. O programa é produzido por Paulinho Rosa (edição) e Dagoberto Alves (sonoplastia). A apresentação é de Paulinho Rosa.

As edições anteriores de Vira e Mexe estão disponíveis neste link.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.