Tecnologia ajuda doentes de Parkinson

A tecnologia, desenvolvida por um engenheiro da Nasa, é totalmente externa, não sendo necessária nenhuma cirurgia para o uso do óculos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

20160606_00_oculosvirtual2A doença de Parkinson é degenerativa, crônica e progressiva. Os principais sintomas se manifestam na diminuição da velocidade dos movimentos e distúrbios do equilíbrio e da marcha. Um óculos desenvolvido pela agência espacial norte-americana, NASA, para ajudar os pacientes a manter o equilíbrio, foi estudado no Hospital das Clínicas (HC) da USP, por Carolina Souza, fisioterapeuta do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina.

No sétimo boletim da série sobre Mal de Parkinson, ela explica que a pessoa acometida por essa doença pode retomar o equilíbrio e manter uma postura firme ao caminhar, através da visão 3D proporcionada por essa tecnologia.

Ouça aqui:

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados