Rádio USP mostra a batida de violão de João Gilberto

Programa “USP Especiais” destaca a obra do músico baiano, que morreu neste mês, aos 88 anos

Considerado um músico genial, João Gilberto revolucionou a música brasileira ao criar uma nova batida de violão com influências do jazz para tocar samba – a bossa nova. Nascido em Juazeiro, na Bahia, em 10 de junho de 1931, e morto no dia 6 de julho passado, aos 88 anos, ele foi tema do programa USP Especiais, da Rádio USP (93,7 MHz).

João Gilberto (1931-2019): gênio da música,em fotomontagem via Starlight e Tuca Vieira/Wikimedia Commons

“A grande invenção de João Gilberto é a batida de violão da bossa nova, ninguém tinha ouvido nada parecido até então”, afirma o jornalista Nelson Motta, num dos depoimentos sobre o músico apresentados em USP Especiais. Motta destaca também o jeito de cantar integrado ao violão, típico de João Gilberto. “Esse é o maior mistério de todos, e só ele faz isso.”

O programa, que foi ao ar no dia 24 de julho de 2019, exibiu também os grandes sucessos de João Gilberto, como Desafinado, Chega de Saudade e Rosa Morena, na interpretação do músico baiano.

Essa edição de USP Especiais teve pesquisa e roteiro do radialista Cido Tavares, da Rádio USP, e de Amanda Ferraresi. A locução foi de Cido Tavares.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

 

 

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.