Psicóloga da USP fala sobre como controlar a síndrome do pânico

Para evitar o “medo do medo” – o medo de uma crise -, o acompanhamento psiquiátrico associado à psicoterapia é fundamental

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: visualhunt.com
Foto: visualhunt.com

A síndrome do pânico é uma situação-limite, sempre relatada de forma dramática pelas pessoas que a vivenciaram ou que ainda a vivenciam. Segundo relatos de pacientes, instala-se um sentimento de medo do medo, ou seja, o medo que a crise retorne. Mas é possível controlar ou evitar essas crises? A doutora Leila Tardivo, psicóloga do Instituto de Psicologia da USP, alerta que é essencial o acompanhamento psiquiátrico associado a uma psicoterapia.

Ouça a explicação dela na quarta parte do programa É bom saber, que fala sobre a síndrome do pânico.

E no próximo É Bom Saber: O estresse pode ocasionar a síndrome do pânico?

Produção e apresentação: Cido Tavares

Mais informações: email cidotavares@usp.br

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados