O tango caboclo e o violão erudito nas composições do músico Paulo Freire

Com composições inéditas e arranjos com influências do toque de viola do sertão do Urucuia, o disco homenageia a música brasileira

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Revoredo desta semana traz o CD Rede Moinho, de Paulo Freire. Neste CD, dá um novo movimento para seu trabalho, com a viola em rodopio e composições inéditas.

As músicas apresentadas foram: Fieira; Na Tábua da Beirada; Violice; Cotia, Sim; Buritizal; Carpi as Horas na Viola; Gutão; Nhaninha; Pica-Pau Teimoso; Redemoinho; Em Riba do Rastro e Tire-Me Daqui. Junto com Adriano Busko na percussão, Tuco Freire no contrabaixo, Lara Ziggiatti no violoncelo, Mané Silveira no sax alto e na flauta, Dalga Larrondo no zarb e Guello no pandeiro.

O Revoredo é produzido e apresentado pelo maestro José Gustavo Julião de Camargo, do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, com trabalhos técnicos de Luiz Antônio Fontana.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados