O impacto das hidrelétricas no “Ambiente É o Meio”

No programa “Ambiente É o Meio”, o professor Ângelo Antônio Agostinho conta que na verdade nenhuma forma de geração de energia é 100% limpa

 15/02/2018 - Publicado há 4 anos
Por

O programa Ambiente É o Meio desta semana traz entrevista com o biólogo e professor Ângelo Antônio Agostinho, do Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

As hidrelétricas no Brasil correspondem a cerca de 90% da energia elétrica produzida no País. Segundo Agostinho, não existe produção de energia sem impacto ambiental, mas, comparadas a outras formas, as hidrelétricas possuem impacto moderado.

“Apesar de ser uma fonte de energia renovável, a energia hidrelétrica não está livre de impactos ambientais e sociais, portanto não podemos considerar a produção de energia hidrelétrica como sendo uma fonte totalmente limpa”, afirma.

Por: Vitória Junqueira

 

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.