Número de suicídios entre indígenas disparou, alerta pesquisadora

A médica e antropóloga Maria Luiza Garnelo Pereira alerta para os direitos dos povos indígenas e o aumento do número de suicídios entre essa população

  • 62
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Ambiente É o Meio desta semana traz entrevista com a médica, antropóloga e professora Maria Luiza Garnelo Pereira, da área de Saúde Coletiva e Etnologia Indígena da Universidade Federal do Amazonas e pesquisadora do CPqLMD/Fiocruz.  

Maria Luiza diz que existe um reconhecimento dos direitos indígenas, como território, saúde e educação, mas na prática isso não tem se efetivado da maneira como deveria, para um povo que possui grande contribuição memorial para o País.

De acordo com o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), o número de suicídios entre os indígenas disparou, aumentou 18% entre 2015 e 2016. Para Maria Luiza, “existe uma ação política bastante visível e a razão é econômica, temos uma economia infelizmente predatória e que não tem nenhum respeito às questões ambientais no País”.

Por: Vitória Junqueira

 

  • 62
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados