“Manhã com Bach” exibe cantata de Natal de Bach em latim

Programa apresenta três obras compostas por Johann Sebastian Bach para celebrar o nascimento de Jesus Cristo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Manhã com Bach apresentou, em sua edição que foi ao ar nos dias 16 e 17 de dezembro de 2017, três cantatas de Natal do compositor alemão Johann Sebastian Bach (16785-1750). Elas são: Ehre sei Gott in der Höhe (BWV 197a), Gloria in excelsis Deo (BWV 191) e Christum wir sollen loben schon (BWV 121). O programa faz parte da série especial que, ao longo do mês de dezembro, apresentará todas as 11 cantatas de Natal preservadas de Bach.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

Manhã com Bach vai ao ar sempre aos sábados, às 9 horas, com reapresentação aos domingos, também às 9 horas, inclusive via internet, pela Rádio USP (93,7 MHz).

Cantata incompleta

A cantata Ehre sei Gott in der Höhe, “Honra a Deus nas alturas” (BWV 197a), infelizmente está incompleta. A letra dela, de autoria do poeta alemão conhecido como Picander, está completa, mas a partitura chegou até nós de forma fragmentada. Dos sete movimentos dessa obra, os três primeiros se perderam. Por isso a música começa no quarto movimento, uma ária para contralto.

Provavelmente, essa cantata foi executada pela primeira vez no dia de Natal de 1728, em Leipzig.

Em Manhã com Bach, ela foi interpretada pelo Bach Collegium Japan, sob a regência de um dos grandes intérpretes de Bach da atualidade, o maestro japonês Masaaki Suzuki.

Cantata extraída da Missa em Si Menor

A cantata Gloria in excelsis Deo, “Glória a Deus nas alturas” (BWV 191), é uma pequena e preciosíssima joia, uma cantata com apenas 16 minutos de duração, mas 16 minutos de encanto.

Tanta beleza tem uma razão de ser. Os três movimentos dessa cantata foram extraídos da monumental Missa em Si Menor (BWV 232) e levemente alterados para esta cantata apresentada em 25 de dezembro de 1745, cinco anos apenas antes da morte de Bach.

No primeiro movimento dessa cantata – uma das poucas obras de Bach compostas em latim -, um coro poderoso, imponente, maravilhoso, reproduz o coro de anjos que saudou o nascimento de Jesus Cristo, segundo o Evangelho: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade”.

O segundo movimento, um lindo dueto de soprano e tenor que canta “Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo”, é introduzido pelo belíssimo som da flauta.

No terceiro e último movimento, o coro retorna para a doxologia final.

A cantata Gloria in excelsis Deo, “Glória a Deus nas alturas” (BWV 191), foi interpretada pelo Stuttgart Gachinger Kantorei e pelo Stuttgart Bach Collegium, sob a regência de Helmuth Rilling.

Cantata baseada num hino de Lutero

A cantata Christum wir sollen loben schon, “Nós devemos louvar Cristo devidamente” (BWV 121), executada pela primeira vez, em Leipzig, na festa do segundo dia de Natal, dia 26 de dezembro, de 1724, está baseada no hino de mesmo nome do reformador Martim Lutero

No programa, ela foi executada pelo Collegium Vocale, de Gent, na Bélgica, sob a regência de Philippe Herreweghe.

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados