“Manhã com Bach” continua a apresentar os “Corais Neumeister”

Programa exibe também a cantata “Jauchzet Gott in allen Landen!” (BWV 51)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na edição transmitida nos dias 27 e 28 de outubro de 2018, o programa Manhã com Bach apresentou mais uma parte dos chamados Corais Neumeister (BWV 1090-1120) e também a cantata Jauchzet Gott in allen Landen!, “Jubilai a Deus em todas as terras!” (BWV 51). Os 11 corais ouvidos foram os de número 1100 a 1110 no BWV – o Bach Werke Verzeichnis, o Catálogo das Obras de Bach.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

Os Corais Neumeister

Os Corais Neumeister têm esse nome porque a partitura que tornou conhecidos 31 prelúdios corais para órgão de Bach foi produzida pelo professor e organista alemão Johann Gottfried Neumeister (1757-1840), entre o final do século 18 e início do século 19. O objetivo era usar essas peças na liturgia do culto luterano da Igreja de Friedberg, na Alemanha, onde Neumeister era o segundo organista.

Em 1807, quando Neumeister se transferiu para Bad Homburg, a fim de assumir a direção da escola local, a partitura com os corais de Bach ficou com o compositor alemão Johann Christian Heinrich Rinck (1770-1846). Em 1852, o compositor norte-americano Lowell Mason comprou a biblioteca de Rinck e levou-a para os Estados Unidos. Com a morte de Mason, em 1873, a Universidade de Yale adquiriu todo o seu acervo, que incluía a cópia originalmente produzida por Neumeister.

Essa cópia ficou guardada na Universidade de Yale por mais de um século, até ser redescoberta em 1984 por Wolff, Schulze e Samuel. Comprovada a autenticidade dos corais, eles foram acrescentados em 1985 ao BWV – com os números de 1090 a 1120. E, desde então, passaram a ser conhecidos como os Corais Neumeister.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados