Instrumentista Fernando Deghi no Revoredo

Fernando Deghi é instrumentista, professor, compositor, arranjador e pesquisador e esta semana é destaque no Revoredo.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Clique aqui para fazer o download

Capa do disco Violeiro Andante

O músico, que na infância ao mudar com sua família para Maringá encontrou nos terreiros de café influências para começar a tocar viola e violão, trouxe para os ouvintes algumas de suas obras do CD, Violeiro Andante. A primeira obra apresentada foi a “Viola e seus Mistérios e Berteses do Sertão”.

O violeiro paulista Fernando Deghi, atualmente radicado em Curitiba, Paraná, é descendente de espanhóis. A segunda música apresentada é em homenagem a sua ascendência Ibérica, “Hojas al Viento”.

Fernando desenvolve seu trabalho em torno da recuperação e divulgação da viola caipira, onde suas composições exploram as diversidades desse instrumento, sobretudo os termos em afinação. Em homenagem ao sertão nordestino, o músico trouxe a canção “Sertão de Canto”.

Além do violão e viola, o músico Fernando Deghi chegou a participar também de rodas de choro, onde tocava bandolim. Assim, seu CD homenageia diferentes estilos e nomes da música, um deles foi Bach. Outro homenageado foi um amigo, que acabou dando nome a uma música, devido uma fala repetitiva, “Tico do O’chi”.

Também traz em várias faixas de seu CD, homenagem a Tião Carreito, como as músicas “Cheguei Pessoá”  e “Meu mestre Tião”, só que utilizando o estilo Chamamé, muito conhecido no Sul do Brasil, Argentina e Paraguai.

O estilo de Deghi traz, ainda, influências da música erudita, sobretudo do músico Heitor Villa-Lobos, a quem homenageou com as músicas “Temporal e Amazônia”. A música “Amazônia”, o que lhe rendeu o segundo lugar no primeiro Prêmio Singenta de Viola Caipira.

Fernando Deghi além de músico também é escritor, foi autor dos livros “Viola brasileira e suas possibilidades”, “Ensaios para Viola Brasileira”, “Iniciação a Arte da Viola Brasileira“, “Brasil das Ibérias” e “Ensino à Distância de Viola”. Deghi participou também da coletânea “Veredas da Atlântida – uma caminhada simbólica”.

O programa Revoredo é produzido e apresentado pelo maestro José Gustavo Julião de Camargo, do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP

Por: Thainan Honorato

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados