Direito humano ao saneamento básico no Ambiente É o Meio

A Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas e o Conselho de Direitos Humanos reconheceram, em 2010, o acesso a água e ao esgotamento sanitário como um direito fundamental

 23/11/2016 - Publicado há 5 anos  Atualizado: 09/12/2016 as 16:25
Por

O programa Ambiente É o Meio do dia 23 de novembro recebeu o professor Leo Heller, que conversou sobre o tema O direito humano ao saneamento básico e os novos desafios.

A Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas e o Conselho de Direitos Humanos reconheceram, em 2010, o acesso a água e ao esgotamento sanitário como um direito fundamental.  Assim, o reconhecimento contou com a aprovação dos países participantes, tendo o Brasil destaque nas negociações para aprovação dessa resolução.

O entrevistado falou sobre as mudanças após essa resolução e mostrou as perspectivas para o futuro.  Ele é pesquisador da Fiocruz-Minas, professor colaborador da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e relator especial para o direito humano a água e esgotamento sanitário das Nações Unidas.

Clique aqui para fazer o downloadlogo_radiousp

 

Ambiente É o Meio é uma produção da Rádio USP Ribeirão Preto em parceria com professores da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP e programa USP Recicla e com apoio na produção do graduando Everton Macedo de Held, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP. Vai ao ar às quartas-feiras, às 13 horas, em FM 107,9 MHz.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.