Da sociedade à natureza, geógrafo precisa ter formação ampla e crítica

Programa da Rádio USP fala sobre a atuação profissional de quem cursa Geografia

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Abrace uma Carreira do dia 4 de outubro falou sobre o curso e as perspectivas profissionais de quem cursa Geografia.

O curso é oferecido na USP em São Paulo pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Segundo o site da unidade, “a atribuição básica do geógrafo é o estudo da produção do espaço e do ordenamento territorial, onde se evidenciam as inter-relações que a sociedade estabelece com a natureza. Estuda, pois, a dimensão dos processos humanos e naturais que moldam a superfície terrestre. Dessa forma, o geógrafo desenvolve pesquisa básica e aplicada, em universidades e institutos especializados, podendo também dedicar-se ao ensino fundamental, médio e superior”.

O geógrafo Reynaldo Conte é um dos convidados do programa. Formado pela USP, Conte é atualmente professor e coordenador da disciplina de Geografia do Colégio Stockler, em São Paulo.

Participaram ainda a psicóloga e orientadora profissional e de carreira Yara Malki e o psicólogo esportivo Arthur Serraino, também orientador profissional e de carreira.

Ouça o áudio na íntegra:

A proposta do Abrace uma Carreira é divulgar e tirar dúvidas de jovens estudantes sobre as profissões. Em cada edição, especialistas relatam suas experiências e respondem às perguntas feitas pelos estudantes.

O programa vai ao ar na Rádio USP 93,7 MHz, toda quinta-feira, às 13 horas, com reprise aos domingos, às 16 horas. A produção e apresentação são da jornalista Miriam Ramos.

Sugestões e perguntas pelos e-mails: abrace@usp.br e miriamramos@usp.br

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados