Cuidados com a pele devem começar na infância

Pessoas de pele branca têm mais chance de desenvolver câncer de pele, explica especialista

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Saúde sem Complicações desta semana traz informações sobre os cuidados que devemos ter para evitar o câncer de pele e sobre a doença depois de instalada. Quem fala sobre o tema é a professora Cacilda da Silva Souza (foto) do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, onde atua como dermatologista. A professora explica que “o câncer de pele é um dos mais incidentes na população mundial, e é mais recorrente em pessoas de pele branca”.

O principal fator causador desta doença é o sol, diz a professora. “Em geral pessoas com mais de 60 anos são as mais atingidas e locais com altos índices de raios ultravioleta tendem a gerar sintomas precoces da doença, atingindo até mesmo os mais jovens”, diz Cacilda.

Cuidados com a pele não devem se limitar apenas ao protetor solar, “dependendo da exposição, é necessário o uso de roupa, de óculos e até mesmo do chapéu. Não existe método que proteja 100% a pele, então é bom ter todas essas proteções simultâneas para um melhor cuidado”.

“O sol em geral é saudável, mas deve ser sempre em pequenas doses e em horários adequados. Brincar ao sol faz bem, mas sempre descansando embaixo de uma sombra nos horários de maior irradiação e usando as medidas protetoras”, enfatiza a professora Cacilda.

O programa Saúde sem Complicações é produzido pela locutora Mel Vieira e pela estagiária Giovanna Grepi, da Rádio USP Ribeirão, com trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Apresentação de Mel Vieira e direção de Rosemeire Soares Talamone.

Por: Thainan Honorato

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados