Propaganda de governo em TV pública viola fronteira entre o público e o privado

Colunista Renato Janine comenta os elogios ao presidente Bolsonaro durante o jogo Brasil e Peru transmitido pela TV Brasil

Na coluna Ética e Política desta semana, o colunista Renato Janine Ribeiro comenta fato que ocorreu durante a transmissão do jogo Brasil e Peru, pela TV Brasil, no dia 13 de outubro, quando o narrador fez elogios ao presidente Jair Bolsonaro.

Para o colunista, isso foi uma violação da fronteira que deve existir entre o público e o privado. “Nós tivemos algo que pertence ao Estado e a todos os brasileiros sendo utilizado para agradecer, para fazer propaganda do presidente da República, que está ali temporariamente. Eleito por mandato, mas temporariamente”, diz o colunista. Ele lembra que a Constituição de 1988 diz, com toda clareza, que a publicidade feita pelo setor público nunca pode ter por meta a promoção de quem está nesses poderes.

Janine fala ainda sobre o papel das TVs públicas. As europeias nasceram basicamente como pertencentes ao Estado e com uma missão pública que é cuidadosamente preservada, de modo que essas TVs não podem fazer propaganda do governo. Um exemplo é a BBC, que tem extrema qualidade e é altamente respeitada. No Brasil, as emissoras públicas têm como objetivo transmitir aquilo que é de interesse social e, sendo educativas e culturais, o que é de interesse para a formação das pessoas.

Ouça, no link acima, o áudio na íntegra da coluna Ética e Política.


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.