Pronunciamento do presidente agrava sua situação perante a opinião pública

Colunista afirma ainda que a articulação dos governadores está unificada em torno de medidas mínimas de bom senso

Na edição de hoje, o cientista político e professor André Singer comenta sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre o não fechamento das escolas, a continuidade da rotina do País e o pânico que, segundo o chefe do governo, a imprensa brasileira vem espalhando em torno do coronavírus, além de ter chamado novamente a pandemia de coronavírus de “gripezinha”.

De acordo com Singer, a opinião do presidente está em desacordo com o mundo todo, pois, segundo os epidemiologistas, não há outra saída para combater a epidemia de coronavírus, a não ser o isolamento social, e o pronunciamento do presidente agravou sua própria situação.

“A articulação dos governadores é muito importante. São alguns dos contrapoderes que vão surgir no decorrer desse momento”, ressalta Singer. “O fato é que essa articulação dos governadores, independente das correntes partidárias, está unificada em torno de medidas mínimas de bom senso, o que falta ao governo federal.”

Ouça no link acima íntegra da coluna Poder e Contrapoder.


Poder e Contrapoder
AA coluna Poder e Contrapoder, com o professor André Singer, vai ao ar toda quinta-feira às 9h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.