Projeto Germina vai acompanhar o desenvolvimento de 500 bebês durante três anos e meio

Desenvolvido por pesquisadores de vários centros de pesquisa da USP, o estudo acompanhará as crianças dos 3 meses aos 3 anos de idade

 17/02/2022 - Publicado há 4 meses
Por

Hoje, Decodificando o DNA fala sobre o projeto Germina, desenvolvido por uma equipe multidisciplinar de pesquisadores de vários centros de pesquisa da USP. Trata-se de um estudo que acompanhará o desenvolvimento de 500 bebês durante mil dias, dos 3 meses aos 3 anos de idade.

O objetivo é entender como a interação de fatores genéticos e ambientais respondem por um desenvolvimento cerebral, cognitivo e emocional saudável.

Já é sabido que o desenvolvimento do bebê e da criança é influenciado por vários fatores: genética, alimentação, relação com os pais e a família, além de estímulos sociais, traumas, estresse, entre outros. Porém, cada um desses fatores individualmente não é capaz de predizer quem serão as crianças que poderão ter dificuldades no futuro e que se beneficiariam de intervenções precoces.

“A ideia é que esse projeto forneça ferramentas que possibilitem avaliar e quantificar o que se espera de um desenvolvimento normal de uma criança do ponto de vista cognitivo e função executiva”, destaca Mayana Zatz, diretora do Centro de Estudos sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) da USP.

Ouça a coluna e conheça detalhes da pesquisa.

As famílias que desejam incluir o seu bebê devem preencher o formulário disponível neste site.


Decodificando o DNA
A coluna Decodificando o DNA, com a professora Mayana Zatz, vai ao ar quinzenalmente toda quarta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.