Presidente eleito em 2022 precisa ter habilidade para conseguir as reformas que o Brasil precisa

Além das vacinas e das reformas, segundo o professor Luciano Nakabashi, o Brasil precisa de aumentar a produtividade do trabalho e, com todos esses elementos, atrair o capital privado

 Publicado: 10/11/2021

Na coluna Reflexão Econômica desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre os impactos negativos da pandemia na economia brasileira e as perspectivas para sua retomada com o avanço da vacinação.

Segundo Nakabashi, a vacinação é somente uma das pré-condições para a retomada da economia brasileira, que tem sido prejudicada em função de outros elementos, como os aumentos dos gastos do governo, o que eleva a relação dívida/PIB. “Isso seria até normal, mas como a situação fiscal estava ruim antes da pandemia e não aconteceu nenhuma medida relevante que pudesse aliviar essa situação, somado aos ataques ao teto dos gastos, a falta de medidas para aliviar o orçamento federal e, ainda, a instabilidade política, a retomada da economia não aconteceu como deveria.”

O professor lembra que o ano eleitoral em 2022, cujo debate já está acontecendo, também é um agravante que causa muita incerteza e afeta o investimento e a retomada da economia como um todo. O cenário é complexo, diz Nakabashi, acrescentando que nele se somam a inflação e o aumento dos juros, elementos que devem ter um impacto mais forte em 2022. “Se, por um lado, os juros seguram a inflação, por outro, afetam a questão fiscal e isso piora o cenário num momento em que a taxa de desemprego está alta.”

O economista lembra que essa é uma  situação complexa e um processo de retomada vai passar pelo processo eleitoral, de quem será o presidente e qual o perfil dele em termos de políticas econômicas. “Não depende só do presidente eleito perceber o que é importante, mas de ter habilidade para construir um consenso para que as reformas importantes sejam aprovadas, também em relação a questão fiscal, e que tome medidas para aumentar a produtividade do trabalho na economia brasileira, e com isso tudo atrair o capital privado. A retomada das reformas é essencial para voltar aos trilhos do crescimento sustentável”.


Reflexão Econômica
A coluna Reflexão Econômica, com o professor Luciano Nakabashi, vai ao ar toda quarta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.